Seja na entrada da loja, em ilhas ou até mesmo em seções específicas, as flores e plantas ornamentais conquistam cada dia mais espaço e presença na vida dos brasileiros que frequentam o varejo alimentício. Estima-se que esse canal tenha comercializado algo em torno de R$ 560 milhões em 2014, praticamente equivalente a 10% do total das vendas setoriais dessas mercadorias ao consumidor final.

Beleza na loja e lucro no caixa

Por sua grande capilaridade no abastecimento e seus altos índices de frequência como locais preferenciais de compra para o dia a dia das famílias brasileiras, os supermercados já se tornaram referência também para o comércio de flores e plantas ornamentais no país. Um dos reflexos desse crescimento em flores nos supermercados é que, no comparativo com outros canais de suprimento, os supermercados conseguem oferecer preços mais baixos aos clientes, tornando o produto ainda mais acessível, sem contar a exposição privilegiada dessas mercadorias nas entradas das lojas e proximidades dos checkouts, o que favorece o consumo por impulso, tão relevante para flores e plantas ornamentais.

Apesar do crescimento anual na faixa dos dois dígitos, o setor ainda enfrenta um grande desafio a ser superado. As pessoas ainda atrelam a compra de flores ou plantas a datas específicas ou especiais, e não para o dia a dia. O chamado consumo próprio é nosso grande desafio. Para as grandes redes, a negociação de mix conta com a assessoria das próprias grandes cooperativas ou empresas fornecedoras, que sugerem e indicam os principais produtos de acordo com o que já conhecem sobre o mercado e o comportamento do consumidor. Para os menores e independentes, vale observar o mercado e a prática das grandes redes, ouvindo também a experiência própria dos seus fornecedores.

A Gôndola de Ponta Versátil 1,65m VPG16 Venâncio, com seu design moderno e bandejas com montagem prática, é ideal para apresentação de flores no seu checkout.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 20 de abril de 2015.