Comentários [0]

shutterstock_157172630

Nesta segunda-feira (1º), o G1 contou a história de empreendedores que aproveitam o período do Natal para gerar uma renda extra. A chef de cozinha Daniela Zimmer, por exemplo, trabalha com cupcakes, mas no final do ano vende mesmo são tradicionais biscoitos natalinos.

A receita, segundo ela, veio da Alemanha com sua bisavó, há mais de 100 anos. “Todo ano eu procuro fazer um álbum novo para não cansar, mas acaba que os biscoitos sempre ficam”, conta.

Segundo Daniela, para atender a demanda muitas vezes ela precisa virar a noite trabalhando. Em contrapartida, os lucros dobram. “Natal é a época mais linda do ano, né? Então, é sempre gostoso você saber que o seu produto, seu trabalho vai ser presente para uma pessoa querida”, afirma.

Screenshot_2 Forno Industrial Elétrico 95x95cm Duplo 220V FERD110 Venâncio
Por: R$ 4.919,00 à vista
ou 10x de R$ 491,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 4.673,05 à vista

Fonte: g1.globo.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 4 de dezembro de 2014.

Comentários [0]

shutterstock_114815332

1- Antes de utilizar os serviços de uma empresa de trabalho temporário, verifique se a mesma está devidamente inscrita junto ao Ministério do Trabalho e emprego.

 

2- O contrato com uma empresa de trabalho temporário deve ser escrito, constando quais as funções onde serão utilizados os trabalhadores temporários.

 

3- A duração do contrato de trabalho temporário firmado com a empresa de trabalho temporário tem duração máxima de 03 meses, podendo ser renovado por igual período mediante requerimento junto ao órgão local do Ministério do Trabalho e Emprego.

 

4- A contratação de mão-de-obra temporária para ser realizada mediante contrato de experiência ou através de empresa de trabalho temporário.

 

5- A contratação de empregado temporário através de contrato de experiência tem prazo máximo de duração de 90 dias, podendo ser prorrogado uma única vez dentro desse período. Assim o contrato de experiência pode ser de 45 dias, prorrogáveis por mais 45 dias, por exemplo.

 

6- Um empregado pode ser contratado uma única vez mediante contrato de experiência numa mesma empresa. Se houver nova contratação do mesmo empregado, independente do tempo decorrido desde sua primeira contratação a título de experiência, este segundo contrato de trabalhos será por prazo indeterminado.

 

7- Os trabalhadores temporários contratados através de empresa de trabalho temporário terão o mesmo salário e benefícios que os demais empregados da empresa contratante.

 

8- As principais vantagens no uso do contrato de experiência são a dispensa do pagamento do aviso prévio e da multa do FGTS quando o contrato chega ao seu término.

 

9- Na dispensa do empregado temporário sem justa causa ou pelo término normal de seu contrato, ele terá direito a férias proporcionais e também a uma indenização calculada na base de 1/12 avos do último salário recebido, por mês trabalhado.

 

10- Antes de contratar uma empresa de trabalho temporário faça as contas e verifique se o valor a ser cobrado compensa a utilização dos seus serviços, e lembre-se, contrate apenas empresas idôneas, que estejam em dia com o pagamento de seus empregados e com o recolhimento dos impostos e contribuições.

 

Screenshot_1 Balança Eletrônica sem Bateria e sem Saída Serial Prix III Light Toledo
Por: R$ 539,00 à vista
ou 10x de R$ 53,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 512,05 à vista

Fonte: natal.sp.sebrae.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 2 de dezembro de 2014.

Comentários [0]

shutterstock_2287351

1- A propaganda continua sendo a “alma do negócio” no varejo. Portanto, convém separar uma verba para essa finalidade, principalmente para divulgar as ofertas.

2- No dia-a-dia, os vendedores ouvem sugestões, comentários e reclamações que se perdem. Acompanhe de perto as reclamações e estimule seus vendedores a prestar mais atenção em tudo o que os clientes falam e crie um processo de registro (pode ser um caderno embaixo do balcão). O importante é que não haja desculpas, do tipo “não deu tempo de anotar”. Repasse todas as informações colhidas em reuniões periódicas com a equipe.

3- Analise os desejos de consumo de sua clientela através de pesquisas de mercado junto ao seu público-alvo. Crie condições seguras e favoráveis para que os clientes possam adquirir o que desejam, mesmo não tendo todo o dinheiro naquele momento.

4- Aproveite o Natal para vender mais e ainda usar a proximidade com o público para cativar a clientela e torná-la fiel no novo ano, recomendando a loja aos amigos.

5- As pessoas não compram só por necessidade, a compra é emoção. Uma vitrine alegre e bonita é o ponto-chave para chamar a atenção da clientela. O apelo infantil, com bichinhos em movimento, luzes e cores em profusão, só ajuda.

6- O plano de comunicação dependerá dos recursos disponíveis da sua empresa. Uma pequena papelaria terá bons resultados se trabalhar bem a vitrine.

7- Aproveite o período das festas para cadastrar novos clientes, pratique um pós-venda eficiente e use o cadastro para futuras malas-diretas.

8- Procure conhecer o perfil do seu consumidor, para depois planejar urna campanha que ofereça respostas às suas necessidades e expectativas.

9- Os concorrentes, infelizmente, estão de olho no mesmo cliente que você. É preciso, portanto, chamar mais atenção, atrair mais, colocar chamarizes. Iniciativas que podem ser resumidas na expressão “criar um diferencial”, aquilo que só você tem e mais ninguém, ou poucos. Para fazer isso, você precisa conhecer muito bem o perfil do seu público, sob risco de o tiro sair pela culatra.

10- Os lojistas de rua devem investir em malas-diretas com cupons de descontos especiais, para atrair o consumidor.

Screenshot_3 Ar Condicionado Split 12.000 BTUs Smart Inverter Samsung
Por: R$ 1.699,00 à vista
ou 10x de R$ 169,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.614,05 à vista

Fonte: natal.sp.sebrae.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 27 de novembro de 2014.

Comentários [0]

shutterstock_149574587

1- Nas vendas a prazo, sempre consulte os serviços de proteção ao crédito antes de conceder crédito ao seu cliente;

2- Crie um sistema de analise de crédito para sua loja, analisando se o consumidor que quer comprar a prazo tem condições financeiras de arcar com o futuro compromisso assumido e se ele possui um histórico de bom pagador na praça;

3- Quando for viável, substitui-a o crediário próprio pela venda com cartão de crédito e débito. Desta forma você estará terceirizando o risco de calote com a administradora desses cartões;

4- Na venda a prazo de produtos de maior valor, verifique a possibilidade de firmar convênio com bancos ou financeiras. Nestes convênios quem concede o financiamento ao consumidor é o banco ou financeira e não o lojista;

5- Registre sempre o endereço completo e atualizado de seu consumidor. Sem estes dados a cobrança da dívida ficará muito prejudicada;

6- Para maior segurança nos recebimentos de cheques, evite aceitar cheques de terceiros e de outras praças;

7- Nas operações com cheque, por medida de segurança, solicite sempre que o consumidor apresente o cartão do banco, comparando a assinatura do cheque com a do cartão;

8- Coloque num lugar bem visível em sua loja a relação como os documentos que o consumidor deverá apresentar para a abertura do crediário;

9- Nas vendas a prazo, deve-se evitar que o consumidor comprometa mais do que 30% da sua renda líquida com o pagamento de cada prestação;

10- Nas vendas com cartão de crédito, peça sempre a apresentação de um documento pessoal do consumidor para conferir com os dados do seu cartão de crédito.

Screenshot_2 Impressora Fiscal Térmica MP4000THFI Preta Bematech
Por: R$ 2.279,00 à vista
ou 10x de R$ 227,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.165,05 à vista

Fonte: natal.sp.sebrae.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 25 de novembro de 2014.

Comentários [0]

shutterstock_2205265

1- A loja, obviamente, deve ser um lugar agradável de ficar. O desconforto encurta a visita e diminui as vendas. Tenha cadeiras extras (dobráveis) e, se possível, alguns brinquedos ou revistinhas para os pequenos. Uma criança agitada faz o cliente ter pressa de ir embora.

2- A vitrine é o cartão de visitas da loja. Se não encantar o consumidor, ele provavelmente não entrará e o comerciante perderá a oportunidade de venda, sobretudo na chamada compra por impulso.

3- Aposte nas vitrines e na comunicação visual para ganhar clientes e maior competitividade. O cenário precisa ser adaptado ao produto, à data e ao espaço da vitrine, mas nunca deve ser o elemento principal.

4- A vitrine é a vedete da decoração, evite repetir anos a fio o mesmo tema e elementos desbotados.

5- Para uma boa vitrine: a área central é seu ponto mais nobre e deve ser reservada para a mercadoria que você vende mais. Fica a cerca de 1,60 m do chão, no meio da vitrine. Essa mercadoria deve estar em primeiro plano. Coordene para que as cores fiquem harmônicas, obedecendo o espaço entre uma mercadoria e outra de no mínimo 10 cm.

6- Não descuide dos focos de luz, mantendo os mais fortes nas mercadorias que devem ter maior atenção do consumidor. Verifique sempre os spots.

7- Organize todos os preços, mantendo-os do mesmo lado em todas as mercadorias para neutralizar a sua interferência.

8- Produtos em alturas diferenciadas dão sempre uma sensação de ritmo e movimento.

9- Opte pela ambientação com jeito de residência, para o cliente se sentir em casa.

10- Use, no interior, elementos versáteis e móveis.

11- Evite excesso de balcões, para não criar barreiras entre cliente e vendedor.

12- Crie pontos focais na área de exposição, para destacar a importância de um produto ou de um mix (em lojas de roupas, por exemplo, mostrar como ficam peças combinadas; em alimentos, agrupar principais e complementares).

13- Mantenha-as sempre cheias, com os principais produtos bem visíveis. Deixe tudo muito limpo e impecável.

14- Em lojas de vestuário, abuse dos degradês, com peças em poucos dobramentos.

15- Coloque as araras em altura confortável para a clientela.

16- Quando a loja for self-service, deixe os preços bem visíveis.

17- A decoração serve para ambientar o produto e não para competir com ele, atente para a adequação do estilo proposto com o cliente, para que ele se enxergue usando aquele produto.

18- Qualquer comerciante, independentemente do tamanho do seu negócio, pode montar uma bela vitrine, basta usar a criatividade. Uma boa dica é usar materiais alternativos, ecológicos ou reciclados, comprar ou fazer parcerias com organizações de inclusão social é sempre uma boa maneira de encantar o cliente, que está cada vez mais consciente da sua responsabilidade como consumidor.

19- Cuidado para não transformar a sua vitrine num ambiente poluído: mostrar ”tudo” o que tem na loja dificulta a visualização e evita que o cliente se detenha para apreciá-la.

20- Atenção com os cartazes de ofertas, promoções, condições de pagamento ou liquidação: é necessário informar, mas com discrição.

21- Ao arrumar a vitrine, evite utilizar fio de nylon muito grosso, que pode ser visto de longe. O ideal é o de 0,20mm de espessura.

22- Cuide para que não haja mercadoria amarrotada, o que é fácil de ocorrer em momentos de grande movimento.

23- Evite expor juntas mercadorias de qualidade diferente ou sem afinidade, como por exemplo, um tecido de seda ao lado de outro para forrar colchões.

24- Fique atento à escolha de cores ao elaborar a sua vitrine, estudos comprovam que as cores têm influência direta no comportamento humano de acordo com as sensações que transmitem. Algumas dicas:

vermelho – remete a atividade, força, poder, paixão.

laranja – faz lembrar saúde, sol, verão.

amarelo – estimula o sistema nervoso, convida à ação, transmite vivacidade.

verde – sugere paz, esperança, faz lembrar natureza, juventude, vigor.

azul – é repousante, sugere calma, frescor, descanso, equilíbrio.

violeta – acentua atmosfera de profundidade, introspecção, misticismo.

branco – sugere pureza, leveza, limpeza, delicadeza.

preto – transmite elegância, sobriedade, austeridade.

25- Preço e formas de pagamento visíveis na vitrine atraem clientes.

26- As gôndolas e os corredores oferecem facilidade de circulação do público dentro da loja. Mas cuidado para não deixar espaços muito amplos para que a loja não dê a impressão de vazia.

Screenshot_2 Impressora Térmica de Código de Barras GC420 Zebra
Por: R$ 1.099,00 à vista
ou 10x de R$ 109,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.044,05 à vista

Fonte: natal.sp.sebrae.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 20 de novembro de 2014.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail