Comentários [0]

Já faz um tempão que você quer abrir um negócio, mas nunca toma a iniciativa? A Catral trouxe dicas do professor Marcelo Nakagawa, coordenador do Centro de Empreendedorismo do Insper, para te ajudar a tomar coragem e montar a sua empresa em 2013. Confira!

 

Portrait of a female executive

 

Primeiramente, é bom saber que qualquer negócio demora um certo tempo para abrir as portas. “O processo de abrir um negócio varia muito entre as empresas, mas pode levar de seis meses a um ano, dependendo do tipo de negócio”, afirma Nakagawa. Mas, para começar o quanto antes, você deve seguir os seguintes passos:

 

1. Conheça outros empreendedores e mantenha contato com eles. Você pode encontra-los em eventos de empreendedorismo, que são essenciais para quem já é empresário e para aqueles que estão precisando de inspiração para abrir uma empresa. Nesses encontros, você consegue adquirir conhecimento e conhecer sócios, parceiros e clientes.

 

2. Tenha planejamento. Comece traçando um plano de negócios para os próximos 5 anos, pesquise sobre o mercado e planeje as ações futuras. Assim, terá poucas chances de fracassar.

 

3. Encontre o sócio certo. Normalmente, novas empresas tem sempre dois sócios: um especialista em fazer, e outro em vender. Veja qual é a sua habilidade e encontre alguém especialista na outra, para não ficar sobrecarregado.

 

4. Faça uma previsão do fluxo de caixa da empresa. Coloque no papel questões financeiras importantes, como investimento, tempo de recuperação do valor investido e outros. Prepare-se para enfrentar as primeiras dificuldades, sem desistir facilmente da sua ideia por precisar voltar a ter um salário.

 

6. Organize o seu tempo. Antes de abrir o negócio, converse com a sua família sobre os seus objetivos e explique que na fase inicial, você vai precisar estar 100% dedicado à empresa e terá menos tempo para eles. Depois que o negócio conseguir se desenvolver de forma mais independente, você poderá equilibrar suas vidas pessoal e profissional.

 

7. Interaja com os seus clientes potenciais. Apesar de isso ser extremamente importante sempre, nos primeiros 6 meses, você vai precisar ficar mais ligado aos consumidores, visitando feiras e eventos voltados ao seu público, para conversar com as pessoas e mostrar o seu projeto.

 

8. Trabalhe com bons profissionais. Converse com outros empresários da área para saber quais empresas, profissionais e fornecedores são os mais indicados para o seu negócio.

 

9. Esteja de acordo com a lei. Registre seu negócio em todos os órgãos necessários, tire os alvarás de funcionamento, autorizações e outros documentos públicos, tudo antes de abrir as portas da empresa.

 

10. Inspire-se sempre. Para empreender, é necessário, primeiramente gostar da área de negócios escolhida e pesquisar muito, para ter informações de empreendedores que você admira e, assim, se inspirar neles.

 

E aí, as dicas te ajudaram e você decidiu correr atrás do seu sonho e empreender? Passe na Catral que, além de informações úteis, oferecemos os equipamentos mais modernos do mercado! Confira no site www.catral.com.br.

 

Zé Catral
Fonte: PEGN.

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de abril de 2013.

Comentários [0]

E aí, aproveitando o feriado para pensar na sua vida financeira, em como abrir um novo negócio e qual rumo seguir? A Catral te ajuda dando dicas de como abrir uma fábrica de temperos secos. Confira!

 

fabrica de temperos secos

 

O mercado de temperos secos movimenta, em média, US$ 15 bilhões por ano no mercado mundial, e o Brasil ainda tem pouca participação, atuando mais como comprador do que como vendedor, mas isso já começou a mudar e hoje algumas empresas cultivam as especiarias para atender ao mercado interno.

 

Apesar do mercado ser dominado pelas grandes empresas no país, existem espaços que não são tão interessantes para elas, como os mercadinhos de bairro e mercearias, que podem ser um público a ser explorado por novos empreendedores.

 

E se você decidir ir em frente e conquistar esse mercado, abrindo uma fábrica de temperos, o primeiro passo é observar e cumprir as exigências legais específicas. As principais são:

 

1. Registro da empresa nos seguintes órgãos:

-Junta Comercial;

-Secretaria da Receita Federal (CNPJ);

-Secretaria Estadual de Fazenda;

-Prefeitura do Município para obter o alvará de funcionamento;

-Enquadramento na Entidade Sindical Patronal (a empresa ficará obrigada a recolher por ocasião da constituição e até o dia 31 de janeiro de cada ano, a Contribuição Sindical Patronal);

-Cadastramento junto à Caixa Econômica Federal no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”.

-Corpo de Bombeiros Militar.

 

2. Visita à Prefeitura da cidade onde pretende montar a sua empresa para fazer a consulta de local e emissão das certidões de Uso do Solo e Número Oficial.

 

3. Emissão do alvará de licença sanitária, procurando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, a Secretaria Estadual de Saúde e a Secretaria Municipal de Saúde.

 

4. Registro dos produtos no Ministério da Agricultura e Abastecimento.

 

5. Pesquisar sobre as leis específicas da área de especiarias e temperos e cumpri-las.

 

Em relação à estrutura, o empreendedor vai precisar de um galpão para produzir os temperos, a fim de que o espaço possa ser dividido entre área de produção, estoque, escritório e outros ambientes.

 

Os equipamentos necessários para montar uma empresa de médio porte desse ramo são: moedora; pilão; saquinhos; rotuladora; seladora; estufas; balanças; utensílio de cozinha (faca, colheres, espátula); e produtos para escritório.

 

E para dar início aos negócios, é necessário aprender o processo de fabricação dos temperos, especializar os funcionários e contratar um químico para assessorar todo o processo. Ter um profissional responsável pelo marketing da empresa também é extremamente importante para o seu crescimento, pois é ele quem vai te ajudar a elaborar o Plano de Negócios e vai perceber as oportunidades de crescimento de vendas.

 

Se interessou por esse tipo de negócio e decidiu abrir uma fábrica de temperos? Faça uma visita na Catral que nossa equipe vai te mostrar os equipamentos mais modernos do mercado que temos para oferecer, como essa balança eletrônica!

 


balanca eletronica
Balança Eletrônica sem Bateria e sem Saída Serial Prix III Light Toledo
Por: R$ 599,00 à vista
ou 10x de R$ 59,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 569,05 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.

 

Zé Catral
Fonte: Só Dinheiro.

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de março de 2013.

Comentários [7]

Quando um novo ano começa, todo mundo faz planos para melhorar a vida, né? E um desses planos sempre está ligado à área financeira, em grande parte das vezes, a ter o próprio (ou um novo) negócio. Por isso, a Catral trouxe 4 dicas do professor de gestão estratégica do Insper, David Kallás, para te ajudar a abrir o seu negócio em 2013. Confira!

1. Realize pesquisas sobre o mercado: As chances de o seu negócio dar certo serão muito maiores se você investir num setor sobre o qual tem vasto conhecimento. E mesmo se você já souber algo sobre o mercado, é bom pesquisar profundamente antes do pontapé inicial. “A primeira coisa é entender como é o setor e quais são as principais oportunidades, ameaças e tendências interessantes”, afirma Kallás.

 

2. Saiba qual é o diferencial da sua empresa: Foque em um diferencial e invista nele. “Isso gera ideias de como posicionar o negócio dele. É preciso identificar oportunidades e achar diferencial para o negócio”, complementa Kallás.

 

3. Faça os cálculos de investimento: Decida como será a estrutura do seu negócio e calcule o investimento. “Tente identificar e colocar no papel como vai ser estrutura e descobrir qual seria o investimento, incluindo estrutura física, mobiliários e pessoal”, diz o professor do Insper. Não se esqueça de calcular os custos de toda a estrutura interna do negócio, planejar a meta de lucros e criar o plano financeiro detalhado de curto prazo para o próximo ano. “Outra coisa que é importante é o capital de giro”, indica Kallás. Também é bom bater um papo com empresários do mesmo ramo para descobrir qual será a média de investimento. “Precisa quantificar todo o dinheiro que vai precisar colocar no negócio. Se for de longo prazo, tem que aproveitar 2013 para guardar dinheiro ou buscar uma fonte de financiamento ou investidor”, afirma Kallás.

 

4. Crie o plano de negócios: Monte um plano de negócios bem abrangente, envolvendo estratégias, marketing e parte financeira. É ele quem vai dizer se o seu negócio é viável ou não. Também é essencial planejar se você vai trabalhar em outras empresas enquanto toca o negócio. “Tem que se planejar direitinho e ver se vai fazer enquanto está trabalhando. Precisa ir atrás da estrutura e recrutar gente. Buscar capacitação é uma coisa legal também. Isso já é um pouco o começo do negócio”, conta Kallás.

 

Gostou das dicas? Que tipo de negócio você pretende abrir em 2013? Conte sempre com a Catral para ter os melhores equipamentos do mercado!

 

Zé Catral

Fonte:  Revista Exame.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 2 de janeiro de 2013.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail