Comentários [0]

No Brasil, a pesca é uma atividade praticada como lazer e como uma maneira de ganhar dinheiro e portanto, abrir uma peixaria pode ser um bom investimento.

 shutterstock_196962686

O país tem muitos rios e um extenso litoral que garantem pesca o ano todo, sendo um setor importante para a economia. Para ilustrar o poder dessa indústria, basta ter um olhar mais atento à composição dos governos. No nível municipal, temos a Secretaria de Pesca e no federal, temos o Ministério da Pesca e Aquicultura, por exemplo.

Mercado De Peixaria

A tendência do mercado brasileiro é aumentar cada vez mais, pois o consumo de peixes tem crescido bastante. Novos pontos de venda são inaugurados a cada dia e muitos empresários têm visto nesse setor uma grande oportunidade de negócio, seja com a pesca em si, com transporte do pescado ou com a sua comercialização.

Além disso, o consumidor está bem consciente das vantagens de consumir o pescado, já que é um alimento muito nutritivo e com baixo teor de gordura, sendo condizente com a realidade atual de busca da vida saudável.

Localização

A peixaria precisa estar em bairros residenciais, com grande densidade populacional, de fácil acesso de carro e transporte público, isso tudo para ficar mais perto dos seus clientes.

A definição do lugar para o funcionamento do seu negócio é uma decisão muito importante para o sucesso dele. Por isso, tenha em mãos dados essenciais dos seus clientes para poder estar perto deles e também dos fornecedores, evitando gastos desnecessários com a logística.

As atividades econômicas da maior parte das cidades são regulamentadas de acordo com a legislação da cidade. Isso aponta para o tipo de atividade que pode funcionar no bairro determinado por você. Assim, consulte a prefeitura para instalar sua peixaria no local mais adequado.

Não tenha dúvidas de que o local escolhido oferece toda infraestrutura adequada à sua instalação e ao seu crescimento. Veja se a rua tem a possibilidade de alagar em dias de chuva, se existe segurança e se há fornecimento adequado de água, luz e telefone.

Clientes De Uma Peixaria

O mercado consumidor de peixaria é bem diversificado. Esse tipo de estabelecimento atende basicamente as residências, mas aumentar esse fornecimento levando pescado a bares e restaurantes pode ser um caminho também.

Sem dúvida, diversificar é um caminho para conquistar mais clientes e isso deve ser feito baseado na qualidade e variedade do pescado e do atendimento. Por isso, é essencial pesquisar os hábitos da clientela, seus comportamentos de consumo, gostos e tendências.

De olho na concorrência

Os concorrentes da sua peixaria são todas as outras lojas que oferecem o mesmo produto que você ou que vendem algo que em um determinado tempo podem servir como substitutos do seu pescado, ou seja, são possíveis concorrentes. Dessa maneira, é essencial analisar o que está sendo trabalhado atualmente e assim fazer um planejamento de como será feita a sua atuação.

Olhar de perto o que a concorrência está realizando é essencial, pois assim também é possível conferir os pontos positivos e negativos que estão acontecendo nesse mercado e o seu empreendimento entrará exatamente nos espaços vazios para poder tentar oferecer algo inovador. Como se trata de uma mercadoria que em si não tem como ser diferenciada de maneira muito marcante (venda de peixes, camarão, lula e outros frutos do mar), os esforços estarão concentrados nos serviços oferecidos, nos valores que poderão ser agregados em tudo o que será pago pelo cliente e que ele não leve apenas pescado para casa.

Veja onde a sua pescaria estará localizada e, a partir disso, veja quais são as outras que já estão presentes, como elas atuam, quais pescados comercializam, preços, qual o público-alvo delas, se o atendimento é de qualidade, se oferecem algo a mais aos clientes, quais são as formas de pagamento, entre outros.

Procure também informações a respeito dos meios que essas peixarias usam para tornarem-se conhecidas. Isso serve para você também identificar os meios importantes para você investir em publicidade.

Reunindo todas essas informações, será possível ter um perfil daqueles que já estão no mercado e você terá de saber caminhar nos espaços existentes. Se eles não existem, é o momento de usar toda criatividade para funcionar e tentar ter um diferencial.

Estrutura: equipamentos e quadro de pessoal

Para a peixaria funcionar em plenas condições, é imprescindível cumprir as determinações da Vigilância Sanitária.

Para uma loja de porte médio, uma área de 80 m² é o ideal para iniciar. Além da área onde ocorrerão as vendas, também é preciso ter espaço para estocagem (câmara frigorífica), banheiro e ainda uma área externa para jogar lixo. É essencial que haja ventilação, instalação frigorífica adequada e vitrines iluminadas.

A distribuição dos equipamentos, como balcões de atendimento, estoque, entre outros, é fundamental para que os serviços estejam integrados e sejam feitos de forma eficiente, proporcionando os resultados almejados. Dessa maneira, é preciso ter em seu planejamento de negócio, a montagem do layout interno e externo que forneçam uma boa impressão aos clientes.

Os equipamentos básicos são balcões frigoríficos, freezers verticais e horizontais, balanças eletrônicas com etiquetadora, balcão-caixa e móveis de escritório.

Dicas de negócio

Todas as pessoas que trabalham na sua peixaria precisam ter algumas características básicas e uma delas é saber atender bem, saber conversar com as pessoas e esclarecer dúvidas. Além disso, é importante ter esses aspectos e ainda outros, como paciência para ouvir, ter boa vontade, persistência, naturalidade na orientação dos clientes, poder de negociação, equilíbrio emocional, capacidade de identificar as necessidades e o perfil dos clientes, iniciativa, agilidade e presteza no atendimento – características que você como empreendedor precisa mostrar aos seus funcionários que são importantes.

Essas características podem ser aprimoradas apor meio de treinamentos e ações de motivação da equipe de trabalho.

Screenshot_2 Freezer Horizontal Dupla Ação 2 Portas 546L DA550B Metalfrio
Por: R$ 2.399,00 à vista
ou 10x de R$ 239,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.279,05 à vista

Fonte: novonegocio.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 30 de dezembro de 2014.

Comentários [0]

O peixe é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros e se você quer atuar nessa área, nada mais justo que aprender como montar uma peixaria passo a passo!

Apesar de parecer ser um negócio extremamente simples, a verdade é que trabalhar com a venda de peixes exige muitos cuidados, mão de obra e um bom investimento inicial até ter todo o seu negócio pronto para funcionamento. De qualquer forma, uma peixaria é sempre bem vinda em todas as localidades e pode ser uma boa fonte de renda, assim como um açougue, por exemplo.

 shutterstock_144123022

Pesquisa para abrir uma peixaria

Um dos detalhes mais importantes na vida de quem procura dicas sobre como montar uma peixaria é a pesquisa inicial. Aqui você deverá analisar a situação atual do mercado de peixes em sua cidade, verá quem são seus possíveis concorrentes, poderá fazer uma pesquisa para saber quais são os tipos de peixes mais comprados e os que elas querem consumir, assim como uma série de outros detalhes não menos importantes. Os peixes mais procurados em peixarias são:

Dourado

Traíra

Linguado

Pescada

Namorada

Surubim

Anchova

Existem muitos outros tipos de peixes ideais para se vender em peixarias, porém em determinadas regiões também não é possível encontrar todos esses tipos de peixes, então acaba-se vendendo apenas os mais tradicionais daquela região, mas isso não impede que o negócio seja lucrativo, pois a tendência de venda é sempre a mesma.

Como montar uma peixaria?

Se tratando do ponto comercial, é sempre bom saber escolher exatamente o local onde a sua empresa ganhará um melhor destaque, então foque em locais de grande movimento, como nas proximidades da feita livre, em bairros de comércio popular ou em áreas onde as pessoas costumam se reunir para fazer compras.

De inicio você precisará investir na compra de vários equipamentos para trabalho, como freezers, câmera frigorífica, um balcão de atendimento, uma balança, compre também uma mesa para trabalho interno, embalagens, facas apropriadas e muitos outros equipamentos de trabalho.

Fornecedores e legalização de uma peixaria

Já que você chegou até aqui querendo saber como montar uma peixaria, precisará de antemão definir também quem serão seus fornecedores de peixes. Naturalmente existem duas opções, sendo que a primeira seria você mesmo ter sua criação de peixes para venda, porém esse seria um investimento muito maior e exigiria muito mais trabalho. A segunda opção é firmar parcerias com criadores de peixes e pescadores autorizados, de modo que seus peixes sejam de qualidade e tudo muito bem legalizado.

Pensando em legalização, lembre-se que não tem como montar uma peixaria sem obter o alvará da vigilância sanitária, o seu negócio precisará ser totalmente registrado e a prefeitura municipal precisará dar a licença para que sua empresa possa operar corretamente.

Quanto custa montar uma peixaria?

Uma das maiores dificuldades de quem ainda não sabe como montar uma peixaria é com relação ao investimento inicial necessário. No entanto esse é um modelo de negócio que vai depender muito da estrutura em geral onde ele será montado, portanto existem pessoas que conseguem iniciar com bem pouco e outros necessitam de muito dinheiro para abrir a própria peixaria. Falando de um modo geral, você vai precisar investir de R$ 10 a R$ 60 mil para montar uma peixaria de qualidade em sua cidade.

Clientes e divulgação para uma peixaria

Geralmente os clientes de uma peixaria serão as donas de casa, pessoas que gostam de saborear um bom peixe, donos de restaurantes e outros mais. Existem épocas do ano que os clientes costumam comprar peixes com maior intensidade, como na semana santa, então aproveite esses momentos para investir em divulgação e atrair ainda mais clientes para seu negócio.

O certo é que não basta saber como montar uma peixaria e deixar seu negócio parado esperando a chegada de clientes. É preciso utilizar meios de atraí-los para comprar seus produtos, então uma excelente alternativa costuma ser a publicidade local, que pode ser feita com foco somente no seu bairro de atuação ou em toda a cidade, então é possível divulgar no rádio, em carros de som e muito mais.

Principalmente no inicio, a divulgação de uma peixaria nova é algo muito importante, porque depois que você conseguir os primeiros clientes fieis, a tendência é que novos clientes cheguem através de indicações ou mesmo porque sua peixaria vai se tornando popular na cidade.

Montar uma peixaria dá dinheiro? Vale a pena?

Se você conseguir bons fornecedores de peixes e montar uma peixaria realmente de qualidade, é possível ganhar um bom dinheiro todos os meses com seu negócio. Geralmente a margem de lucro em uma peixaria fica entre 30% e 50% de cada peixe vendido, então o que vai determinar realmente o seu lucro é a capacidade de vender que você deve ter.

Screenshot_2 Expositor Ilha Refrigerada Dupla Ação GESV-290 Gelopar
Por: R$ 5.499,00 à vista
ou 10x de R$ 549,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 5.224,05 à vista

Fonte: montarumnegocio.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 7 de outubro de 2014.

Comentários [0]

Independente do tamanho do comércio, a balança é item fundamental em supermercados, açougues, padarias, restaurantes e outros tipos de lojas de alimentação fora do lar. Em supermercados, elas estão presentes em diversos setores, como padaria, açougue e check-out.

É indispensável fazer um estudo de qual o melhor modelo para cada área de sua loja. É importante verificar se existe a necessidade de imprimir etiquetas, qual o melhor local para ela, observar o tamanho do balcão x a base da balança, se é necessário o uso de uma balança com coluna e até mesmo se o produto está em harmonia com o mobiliário da loja.

Para quem procura a ideal para seu negócio, o mercado oferece opções diversificadas. O setor de padaria precisa de balanças com capacidade de três a seis quilos, enquanto para o açougue a balança ideal deve ter capacidade de até 30 quilos. A peixaria demanda balança suspensa para facilitar a limpeza do degelo, e o setor de retaguarda requer instrumentos para o recebimento e conferência de mercadorias de até 300 quilos.

É essencial manter o equipamento limpo e não colocar pesos acima da carga máxima. Funcionários devem ser orientados a utilizar os equipamentos de forma correta. As teclas se desgastam naturalmente, quando necessário, deve ocorrer a substituição. Para limpeza, um pano umedecido é suficiente, já que nem todos os equipamentos possuem proteção contra jatos d’água.

 
Zé Catral
 
Fonte: AMIS
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 16 de julho de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail