Comentários [0]

A panificação brasileira pode ser dividida em duas categorias: artesanal e industrial, ou Processo Artesanal e Forma Industrial. A panificação ou forma industrial tem como foco a fabricação de pães embalados e congelados, como panetone e massa de pizza. Seus clientes são, geralmente, supermercados, mercearias e varejistas em geral.

A panificação artesanal é o conjunto de padarias voltadas para venda direta ao consumidor. Assim, pode ser dividida, dependendo do tipo de padaria, em: loja máster, gourmet, express e especializada, também chamada de boutique e confeitaria.

As lojas máster se caracterizam pelo mix de produtos variados, dando ao consumidor a opção de encontrar vários produtos em uma só loja e não precisar se deslocar para outro estabelecimento. As lojas gourmet oferecem alimentos prontos para consumo. As Express focam nos lanches rápidos. E as lojas especializadas focam nos produtos de fabricação própria e de qualidade, sendo reconhecidos como produtos de grife.

A diferença crucial entre as duas áreas é que, com uma produção de panificação industrial, o empreendedor pode comercializar nos pontos de panificação artesanal. Vale ressaltar que o Brasil está entre os maiores no segmento de panificação industrial, e em franco crescimento. Aqui é comum a prática dos dois conceitos ao mesmo tempo, o que faz com que as panificadoras estejam sempre bem inseridas na comunidade.

 
Zé Catral
 
Fonte: Perfecta
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 19 de julho de 2012.

Comentários [0]

Panificador: no site da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (ABIP) está disponível o Caderno Gourmet, com 30 receitas de pães, baguetes e roscas. Faça o download do e experimente novas receitas.

 

Zé Catral
 
Fonte: ABIP
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 18 de julho de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail