Comentários [0]

Fazer salgados assados para vender pode ser uma fonte de renda extra bem interessante e que tem tudo para se transformar em um negócio lucrativo. Os produtos alimentícios tem sempre uma boa procura em todas as regiões do Brasil e por isso trabalhar com esse tipo de produto pode mudar completamente a sua vida. Além disso, os salgados assados vêm tendo uma maior aceitação que os salgados fritos, portanto se você sabe preparar esses alimentos com qualidade e percebeu que dá para trabalhar aí em sua região, saiba que o momento ideal de começar fazer salgados assados para vender é agora.

 fazer-salgados-assados-para-vender

Tipos de salgados assados para vender

Um dos primeiros detalhes para você que deseja fazer salgados assados para vender é criar seu próprio cardápio de produtos a serem feitos. Dentre os principais salgados, você poderá fazer esfihas, tortas, enroladinhos, pastéis assados, bolinho de carne seca, mini pizza, empadas e muito mais.

Esses são exemplos de salgados assados bem tradicionais, mas você pode apostar também em outros tipos ou mesmo criar suas próprias especialidades no ramo, pois a sua criatividade pode determinar o sucesso do seu novo negócio. Geralmente você não irá gastar muito na produção de salgados assados para vender, sendo que os principais ingredientes serão: Farinha de trigo, fermento, ovos, açúcar, óleo, sal e leite, sem falar nos recheios que serão usados em cada tipo de salgado!

Aprenda fazer salgados assados para vender

Se você já entende da área e faz salgados assados no seu dia a dia, já estará dando um passo bastante grande em prol da sua própria fonte de renda, mas se está apenas querendo começar agora, uma boa opção é buscar o conhecimento antes de tudo. Investir em cursos é o melhor a fazer nesse inicio, então procure empresas ou profissionais que disponibilizam cursos de salgados e se especialize para conseguir oferecer o que há de melhor a seus clientes.

Estrutura para fazer salgados assados

É necessário também definir onde irá fazer e assar seus salgados, então dessa forma você poderá alugar um espaço de trabalho ou mesmo trabalhar a partir de casa. Quem tem um bom dinheiro para investir logo no inicio, poderá montar uma cozinha industrial e fazer salgados assados para vender, mas se não tiver, organize sua própria cozinha e comece com o que você tem disponível, pois a maioria das pessoas começa exatamente assim.

Além dos ingredientes básicos para produzir seus salgados, você precisará comprar alguns equipamentos, como uma mesa grande, um forno para assar salgados, estufas para manter tudo quentinho e uma grande variedade de outros acessórios de trabalho para uso no dia a dia. Algumas pessoas usam o próprio espaço de fabricação para vender os salgados assados, sendo que nesse caso será preciso investir na compra de mesas e cadeiras, assim também como toda a estrutura de venda, então isso vai ficar a seu critério!

Formas de vender salgados assados

Não basta apenas saber como fazer salgados assados para vender, pois é necessário identificar também a forma como irá vender seus lanches produzidos. A maioria das pessoas querem fazer salgados assados para vender em lanchonetes, então é válido fazer e firmar parcerias com donos de lanchonetes que querem pegar salgados desse tipo para revender, mas mesmo que não consiga entregar para lanchonetes, é possível vender salgados na rua, montar uma pequena lanchonete ou trabalhar somente com encomendas para festas.

Fazer salgados assados para vender dá dinheiro?

Essa é uma das principais duvidas de quem está querendo começar a fazer salgados assados para vender e a verdade é que dá para ter um excelente faturamento sim. Vale muito a pena investir na fabricação de salgados, seja para fornecer a lanchonetes ou mesmo para vender individualmente nas ruas, mas agora cabe a você dar os primeiros passos, planejar esse tipo de empreendimento e se arriscar, porque só quem faz acontecer colhe os resultados desejados!

Screenshot_2 Forno Industrial a Gás 80x60cm FIR90 Venâncio
Por: R$ 1.199,00 à vista
ou 10x de R$ 119,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.139,05 à vista

Fonte: montarumnegocio.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 28 de outubro de 2014.

Comentários [0]

O peixe é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros e se você quer atuar nessa área, nada mais justo que aprender como montar uma peixaria passo a passo!

Apesar de parecer ser um negócio extremamente simples, a verdade é que trabalhar com a venda de peixes exige muitos cuidados, mão de obra e um bom investimento inicial até ter todo o seu negócio pronto para funcionamento. De qualquer forma, uma peixaria é sempre bem vinda em todas as localidades e pode ser uma boa fonte de renda, assim como um açougue, por exemplo.

 shutterstock_144123022

Pesquisa para abrir uma peixaria

Um dos detalhes mais importantes na vida de quem procura dicas sobre como montar uma peixaria é a pesquisa inicial. Aqui você deverá analisar a situação atual do mercado de peixes em sua cidade, verá quem são seus possíveis concorrentes, poderá fazer uma pesquisa para saber quais são os tipos de peixes mais comprados e os que elas querem consumir, assim como uma série de outros detalhes não menos importantes. Os peixes mais procurados em peixarias são:

Dourado

Traíra

Linguado

Pescada

Namorada

Surubim

Anchova

Existem muitos outros tipos de peixes ideais para se vender em peixarias, porém em determinadas regiões também não é possível encontrar todos esses tipos de peixes, então acaba-se vendendo apenas os mais tradicionais daquela região, mas isso não impede que o negócio seja lucrativo, pois a tendência de venda é sempre a mesma.

Como montar uma peixaria?

Se tratando do ponto comercial, é sempre bom saber escolher exatamente o local onde a sua empresa ganhará um melhor destaque, então foque em locais de grande movimento, como nas proximidades da feita livre, em bairros de comércio popular ou em áreas onde as pessoas costumam se reunir para fazer compras.

De inicio você precisará investir na compra de vários equipamentos para trabalho, como freezers, câmera frigorífica, um balcão de atendimento, uma balança, compre também uma mesa para trabalho interno, embalagens, facas apropriadas e muitos outros equipamentos de trabalho.

Fornecedores e legalização de uma peixaria

Já que você chegou até aqui querendo saber como montar uma peixaria, precisará de antemão definir também quem serão seus fornecedores de peixes. Naturalmente existem duas opções, sendo que a primeira seria você mesmo ter sua criação de peixes para venda, porém esse seria um investimento muito maior e exigiria muito mais trabalho. A segunda opção é firmar parcerias com criadores de peixes e pescadores autorizados, de modo que seus peixes sejam de qualidade e tudo muito bem legalizado.

Pensando em legalização, lembre-se que não tem como montar uma peixaria sem obter o alvará da vigilância sanitária, o seu negócio precisará ser totalmente registrado e a prefeitura municipal precisará dar a licença para que sua empresa possa operar corretamente.

Quanto custa montar uma peixaria?

Uma das maiores dificuldades de quem ainda não sabe como montar uma peixaria é com relação ao investimento inicial necessário. No entanto esse é um modelo de negócio que vai depender muito da estrutura em geral onde ele será montado, portanto existem pessoas que conseguem iniciar com bem pouco e outros necessitam de muito dinheiro para abrir a própria peixaria. Falando de um modo geral, você vai precisar investir de R$ 10 a R$ 60 mil para montar uma peixaria de qualidade em sua cidade.

Clientes e divulgação para uma peixaria

Geralmente os clientes de uma peixaria serão as donas de casa, pessoas que gostam de saborear um bom peixe, donos de restaurantes e outros mais. Existem épocas do ano que os clientes costumam comprar peixes com maior intensidade, como na semana santa, então aproveite esses momentos para investir em divulgação e atrair ainda mais clientes para seu negócio.

O certo é que não basta saber como montar uma peixaria e deixar seu negócio parado esperando a chegada de clientes. É preciso utilizar meios de atraí-los para comprar seus produtos, então uma excelente alternativa costuma ser a publicidade local, que pode ser feita com foco somente no seu bairro de atuação ou em toda a cidade, então é possível divulgar no rádio, em carros de som e muito mais.

Principalmente no inicio, a divulgação de uma peixaria nova é algo muito importante, porque depois que você conseguir os primeiros clientes fieis, a tendência é que novos clientes cheguem através de indicações ou mesmo porque sua peixaria vai se tornando popular na cidade.

Montar uma peixaria dá dinheiro? Vale a pena?

Se você conseguir bons fornecedores de peixes e montar uma peixaria realmente de qualidade, é possível ganhar um bom dinheiro todos os meses com seu negócio. Geralmente a margem de lucro em uma peixaria fica entre 30% e 50% de cada peixe vendido, então o que vai determinar realmente o seu lucro é a capacidade de vender que você deve ter.

Screenshot_2 Expositor Ilha Refrigerada Dupla Ação GESV-290 Gelopar
Por: R$ 5.499,00 à vista
ou 10x de R$ 549,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 5.224,05 à vista

Fonte: montarumnegocio.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 7 de outubro de 2014.

Comentários [0]

Todo mundo já teve vontade de abrir um negócio, ou por estar desempregado ou por buscar a autonomia. Porém, poucas pessoas conseguem colocar a ideia em prática, muitas vezes, devido ao medo de dar errado, ou de perder o capital investido, que demoraram muito tempo para juntar.

 

como ter coragem para abrir um negocio

 

Segundo Marcos Hashimoto, coordenador do Centro de Empreendedorismo do Insper, o Brasil oferece muitas oportunidades, mas os empreendedores não estão bem preparados para aproveitá-las, por isso, acabam desistindo de empreender.

 

Pra se ter uma ideia, 27% das micro e pequenas empresas paulistas fecham as portas no primeiro ano de existência, devido à época desfavorável na economia e, principalmente, pela falta de planejamento. Se o empresário tiver os pés no chão, tem muito mais chances de vencer a insegurança, abrir um negócio e obter sucesso com ele.

 

Para ter bons resultados, é necessário identificar as oportunidades e tirar bom proveito delas, sem se intimidar com os problemas. “Acima de tudo, é importante ter perseverança, determinação e não se deixar levar pelas circunstâncias agressivas, que muitas vezes ameaçam a construção de um negócio. É fundamental levantar-se rapidamente das quedas”, diz Hashimoto.

 

Mesmo com todas as dificuldades, muitos brasileiros se aventuram no sonho de ter o seu próprio negócio, o que coloca o Brasil sempre em lugar de destaque quando se fala em empreendedorismo.

 

Paulo Veras, ex-diretor geral do Instituto Endeavor, afirma que o empreendedor brasileiro é do tipo ousado. “O brasileiro se sente mais confortável em lidar com o risco do que outros povos”.

 

Não tem como evitar o medo de montar um negócio, e ele é até saudável, desde que não imobilize. “(…) O medo de não dar certo é absolutamente essencial, pois serve para que o empreendedor conheça seus limites e calcule o tamanho de seus riscos”, diz o livro Como Fazer uma Empresa Dar Certo em um País Incerto, editado pelo Instituto Endeavor.

 

Se você tiver planejamento, seu negócio com certeza pode dar certo e fazer de você uma pessoa bem sucedida! Deixe o medo de lado e dê o primeiro passo, lembrando que fazer um Plano de Negócios é essencial, e para ter os melhores equipamentos do mercado, basta adquirir os produtos da Catral.

 

Zé Catral
Fonte: Revista PEGN.

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 15 de maio de 2013.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail