Comentários [0]

Pensando em abrir uma panificadora ou já possui uma e deseja trocar seus equipamentos? Fique atento! Padaria com uma infraestrutura fraca não chama clientes e não consegue atingir uma qualidade desejável para seus produtos. É importante escolher máquinas de qualidade e de marcas reconhecidas pelo mercado para não comprar gato por lebre.

 

O forno é o principal equipamento em qualquer panificadora.

A câmara climática também é fundamental. Deve ser um equipamento especial, que suporte e mantenha a temperatura ideal para conservar produtos semi-prontos.

Sem forno não se assa o pão, sem o cilindro não se faz a massa. Ele faz toda a diferença na produção daquele pãozinho delicioso.

A vitrine não é um equipamento de padaria, mas também é essencial por chamar a atenção para seus produtos e ele que mantém os salgados e roscas na temperatura correta.

Não se esqueça de passar na Loja Especial Padaria da Catral e conferir ofertas em produtos de todas as necessidades para sua empresa.

 

Zé Catral
 
Fonte: Perfecta
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 12 de julho de 2012.

Comentários [4]

Pesquisa feita em 2009 pela Toledo & Associados apontou que 64% das pessoas com mais de 30 anos buscam uma dieta mais saudável, mesmo em fast-food. Em consequência, até as grandes redes possuem em seus cardápios saladas, grelhados e alimentos pouco calóricos. Foram abertas ainda lanchonetes e fast-foods especializados em pratos saudáveis. Empresa do ramo criada em 2009 faturou R$ 4,5 milhões no primeiro ano. Em 2012 a receita bruta chegou aos R$ 10 milhões. As apostas são ingredientes de qualidade e baixas calorias. No cardápio, informações sobre os principais nutrientes de cada prato, mostrados por meio de ícones que indicam quais são as vitaminas e minerais, como cálcio, potássio e ferro.

 

 

Lanchonete saudável  – R$ 310.000 

Equipamentos e instalações: R$ 250.000 (aluguel de espaço físico, estoque, caixa eletrônico e impressora de cupom fiscal, software de controle de vendas e estoque, cortador de frios e de legumes, esterilizador de louça, microondas, freezer, geladeira e forno)
Capital de giro: R$ 60.000
Faturamento médio mensal: R$ 85.000
Funcionários: 15 (o dono e 14 empregados para três turnos)
Prazo de retorno: 36 meses
 
E aí? Resolveu saber mais sobre o assunto? O Blog da Catral já fez outros posts sobre como montar restaurantes naturais. Veja aqui.

E, para você que decidiu abrir o seu negócio, facilite sua vida e confira as ofertas da Catral.

 
Zé Catral
 
Fonte: Revista PEGN
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de junho de 2012.

Comentários [0]

Já faz alguns anos que os mais de 50 sabores de picolés e sorvetes do cerrado e da Amazônia são procurados por empreendedores do Brasil, a fim de quebrar o monopólio do morango e do chocolate que sempre imperou nos verões. Empresa do ramo criada em Goiânia possui franquias espalhadas pelo Brasil e possui faturamento mensal de R$ 15.000, em média. Um dos obstáculos é o transporte, já que as fábricas da marca se encontram o Centro-Oeste. É interessante investir em serviço próprio de carga refrigerada a fim de abastecer a rede, já que os produtos têm aceitação acima da esperada por parte dos cariocas e paulistanos. Mas lembre-se: o negócio sofre os efeitos da sazonalidade. É importante separar parte da receita da alta temporada para reforçar o capital de giro na baixa.

 

Produtos com frutas amazônicas ou do cerrado  – R$ 55.000 

Equipamentos e instalações: R$ 35.000 (aluguel de espaço físico, 3 freezers expositores, geladeira, balcão refrigerado, forno, automação comercial e logística de transporte)
Capital de giro: R$ 20.000
Faturamento médio mensal: R$ 15.000
Funcionários: 5 (o dono e 2 empregados por turno)
Prazo de retorno: 24 meses

O verão ainda está longe, dá tempo de se programar para montar sua franquia de sorvetes e picolés. E só na Catral você encontra freezers, geladeiras e balcões pelo menor preço. Confira.

 

Zé Catral
 
Fonte: Revista PEGN
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 28 de junho de 2012.

Comentários [0]

Saiba como manter sua geladeira limpa e organizada.

Então gente! Geladeira não é brincadeira não. Vou dar umas dicas para vocês melhorarem a organização e limpeza desse eletrodoméstico fundamental. Para quem pensa que a geladeira só serve para deixar os alimentos gelados se engana. Sua principal função é dificultar a ação de bactérias que podem causar doenças.

Por isso vão aqui umas perguntas: Sua geladeira é daquelas onde os alimentos ficam destampados, sem lugar para as coisas, ou seja, totalmente desorganizada? Você coloca os alimentos aonde tem espaço? Como você organiza a sua geladeira? Deixar tudo arrumado não é só uma questão de organização, é uma questão de saúde e economia. Duvida?

Então veja só! O primeiro passo é descongelar a geladeira. Depois de desligada e descongelada comece o processo de limpeza. Pegue uma esponja macia com detergente e comece a esfregar nas partes que devem ser limpas, como as prateleiras centrais, por exemplo. Após a remoção de todo o sabão, passe um pano úmido com uma solução de hipoclorito, ou seja, água sanitária com água filtrada. É só diluir uma colher de sopa de água sanitária própria para alimentos em um litro de água.

Ó! Os alimentos podem estar em temperatura ambiente até por duas horas. Certo? Por isso para a sua conservação o ideal é embalá-los e colocá-los na parte certa da geladeira. E o controlador de temperatura? Bem, o ideal é que ele fique com uma temperatura maior no verão, deixando a refrigeração mais forte. E em tempos de frio é só deixar a temperatura menor, assim você economiza energia.

Na porta da geladeira nada de amontoar um monte de coisas. Devemos sempre colocar alimentos que não oferecem riscos microbiológicos, ou seja, que não são perecíveis. Garrafas com água ou outras bebidas devem ir na primeira prateleira, até mesmo porque assim ficam mais geladas. E os ovos que teimamos em colocar na lateral da porta, devem ficar na parte inferior da geladeira. Essa parte é providencial para guardar os alimentos crus, como legumes e verduras embaladas e frutas.

Os alimentos com industrialização direta para consumo, como leite, por exemplo, devem ficar na parte de cima da geladeira. Na parte intermediária da geladeira podemos colocar iogurtes, queijos e frutas picadas. É sempre bom lembrar de não deixar alimentos destampados dentro da geladeira, para que assim os cheiros dos alimentos não se misturem. E com relação às carnes, sempre em gavetas próximas do congelador ou dentro do próprio.

Geladeira limpa e organizada é só manter e uma vez por semana dar uma geral. Ok? Eu vou indo nessa pessoal! Quem gostou aí do post é só comentar, e deixe também a dica de algum assunto que você queria ver por aqui. Curta a nossa página no Facebook, acesse o nosso site: catral.com.br. Vamos interagir pessoal! Aquele abraço!

Zé Catral
 
 
Fonte: redeminas.tv, mdemulher.abril.com.br
Foto: thinkstockphotos.com

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 5 de janeiro de 2012.

Comentários [0]

Olá amigos! O assunto hoje é geladeira. E você sabia que dependendo de como você cuida deste eletrodoméstico, ele pode influenciar na sua rotina alimentar, podendo até causar uma intoxicação? Então é por isso, e por outros motivos, que resolvi trazer esse link para que você saiba os cuidados que deve ter com a sua geladeira. Saiba tudo que precisa para melhorar a organização e limpeza da sua geladeira!

Zé Catral
 
Fonte e foto: revistavivasaude.uol.com.br

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 11 de novembro de 2011.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail