Comentários [1]

Naturalmente as feiras livres são locais de comércio tradicional, onde as pessoas costumam se reunir para comprar os mais variados tipos de produtos. Inclusive, existem feirantes que já estão nesse tipo de negócio há muitos anos e conseguem assim atingir excelentes resultados com suas barracas de feira, portanto é um negócio interessante para se trabalhar.

 feira livre

O QUE VENDER NA FEIRA LIVRE?

Uma das principais dúvidas de quem está iniciando agora ou pensando em começar é com relação aos tipos de produtos que serão vendidos. Normalmente é possível vender quase de tudo em uma feira livre.

#1: Vender frutas e verduras na feira livre

Dentre todos os tipos de produtos que podem ser vendidos, vender frutas e verduras é uma das melhores opções para se iniciar atualmente. Geralmente as feiras livres funcionam juntamente com a central de abastecimento, que é aonde os caminhões de frutas e verduras chegam para descarregar seus produtos, portanto os barraqueiros já recebem seus produtos e colocam a venda imediatamente.

Quando a região não é muito farta de produtos, a maioria vem de outras cidades ou estados brasileiros para serem distribuídos ali. Então é possível montar sua barraca de frutas e verduras na feira livre e vender sempre bons produtos para uma grande clientela. As barracas podem ser tanto fixas dentro da área de vendas ou mesmo desmontável nas áreas permitidas pela prefeitura (na maioria dos casos existem locais exclusivos para a venda desses produtos).

#2: Vender cereais e produtos para casa

Dentro de algumas feiras livres existem áreas com barracas fixas, onde os barraqueiros podem vender diversos tipos de produtos, como cereais, alguns utensílios para o lar, existem pequenas distribuidoras de produtos no atacado e muito mais. Aqui mesmo na minha cidade existe a feira livre e lá é possível encontrar uma grande quantidade de vendedores que trabalham com produtos diversos, então aí em sua cidade o ideal é procurar a prefeitura ou o responsável pela feira livre municipal para iniciar seu trabalho.

#3: Vender lanches em geral

É bastante comum também encontrarmos lanchonetes e barracas de lanches espalhadas pelas feiras livres. O motivo desse tipo de negócio é, simplesmente, o fato de a feira livre ser um local que atrai grandes quantidades de pessoas e todas elas estão muito propensas a comprar, sem falar que os lanches são comidas rápidas que despertam interesse em quase todos os tipos de pessoas hoje em dia.

Com isso, você pode montar uma lanchonete na feira livre, uma barraca de pastel também é um bom exemplo ou mesmo pequenos restaurantes, pois em determinados lugares os mini restaurantes nas feiras livres são muito procurados pelas pessoas. Portanto, a venda de produtos alimentícios tende a ser uma das melhores opções para vender em uma feira livre!

COMO TRABALHAR NA FEIRA LIVRE?

Montar uma barraca de feira livre para trabalhar pode ser um negócio muito bom em algumas cidades, porém sempre existem os dias de maior vendagem da semana (que são considerados os dias de feira), que as pessoas já estão acostumadas a ir fazer suas compras.

Para começar trabalhar na feira livre, você precisa primeiramente definir o que irá vender, procurar a prefeitura ou responsável pela feira livre para agilizar todo o processo de aluguel do seu espaço de trabalho e em seguida deverá procurar fornecedores para suprir sua barraca ou fabricar seus próprios produtos. Um ponto legal a se destacar nas feiras livres é que elas são lugares chamativos e muitos turistas que frequentam a cidade podem facilmente ir comprar produtos típicos ou fazer suas comprinhas básicas.

Sim, é possível ganhar um bom dinheiro todos os meses com seu negócio na feira livre, desde que consiga bons fornecedores, encontre um local bom para sua barraca e que consiga clientes fieis, já que geralmente a maioria das pessoas que frequentam as feiras já tem locais específicos para comprar seus produtos. Então para finalizar eu só espero que tenha gostado das dicas, que possa obter muito sucesso com seu negócio e até breve!

Screenshot_1 Balança Eletrônica Modelo 9094 sem Saída Serial Peso 3/6 Kg Toledo
Por: R$ 669,00 à vista
ou 10x de R$ 66,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 635,55 à vista

Fonte: montarumnegocio.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 4 de novembro de 2014.

Comentários [1]

Em meio às frutas e verduras e aos gritos de promoção, sempre tem um item da feira que se destaca: a barraquinha de pastel acompanhada do moço da garapa. Aproveite para inovar em sua pastelaria com o passo a passo desta receita caprichada, usando abobrinha, gorgonzola e peito de peru. E, para acompanhar, uma releitura da garapa em versão drinque. Confira:

 ax9p6ov3oqqu9yza9h1jndc6x

– A massa você pode encontrar pronta e em um preço acessível, que facilita muito o preparo. Para cada pastel, corte um pedaço de massa de 18 cm de altura por 22 cm de comprimento.

– Recheio para 2 porções: 1 xícara (chá) de peito de peru, 1 abobrinha, 1 colher (sopa) de cebola, 2 colheres (sopa) de azeite, 1 xícara (chá) de gorgonzola.

– Pique a cebola em quadradinhos.

– Divida a abobrinha ao meio pelo comprimento e divida em dois novamente. Retire as sementes.

– Corte em tiras e depois faça cubos médios com a abobrinha.

– Em uma panela aquecida, coloque o azeite.

– Junte a cebola picadinha.

– Coloque a abobrinha e deixe cozinhar por 5 minutos.

– Acerte o sal e deixe cozinhar até ficar al dente.

– Abra a massa de pastel e coloque uma camada de gorgonzola picado bem no centro.

– Adicione uma camada de peito de peru picadinho por cima.

– Coloque a abobrinha já pronta.

– Capriche no recheio, isso vai fazer toda a diferença.

– Dobre a massa, fechando o pastel. Passe a carretilha para dar acabamento e evitar que o pastel se abra. Você também pode usar um garfo, é só ir apertando.

– Aqueça o óleo a 170ºC. Quer testar? Jogue um pedacinho de massa, se flutuar é o indicativo de que o óleo está bem quente.

– Coloque o pastel com a ajuda de uma escumadeira.

– Vire o pastel para deixar um dourado uniforme. Cuidado para não agitar muito a gordura, pode ser perigoso.

– Retire e coloque em um papel-absorvente para enxugar o excesso de gordura.

– Seu pastel gourmet está pronto. Hora de preparar a bebida para acompanhar.

– Para o drinque: 90ml de saquê, 90ml de chá verde aromatizado com laranja e gengibre, cana-de-açúcar e gelo.

– Descasque a cana-de-açúcar com cuidado.

– Corte um palito do miolo da cana.

– Deixe os pedaços de cana mergulhados em saquê por 3 horas.

– Para montar, coloque o gelo no copo.

– Junte a dose de saquê.

– FInalize com o chá verde. Nós usamos um chá aromatizado com laranja e gengibre.

– Coloque a cana de açúcar para decorar e para ser consumida depois do drinque.

– O drinque está pronto. A dica é aumentar as quantidades e fazer de jarra para servir a várias pessoas.

Screenshot_1 Tacho para Frituras 14 litros PR-14G Progás
Por: R$ 199,00 à vista
ou 6x de R$ 33,17 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 189,05 à vista

Fonte: receitas.ig.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 17 de março de 2014.

Comentários [0]

Pesquisa do Idec apontou que 74% da população brasileira está disposta a consumir alimentos orgânicos, desde que eles fossem mais baratos. Esses preços podem sair mais em conta para seu restaurante e lanchonete se comprados em feiras de alimentos sem agrotóxico. Saiba mais aqui.

 
Zé Catral
 
Fonte: IDEC
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 21 de setembro de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail