Comentários [0]

Uma confeitaria não é levada por datas especiais, não precisa de uma época especifica no ano para gerar lucro. Confira aqui como montar seu negócio e lucrar sempre.

Zé Catral
 
Fonte: Novo Negócio
Foto: Divulgação
 

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 14 de agosto de 2012.

Comentários [0]

Possuir um buffet requer planejamento e execução impecável. Realizar festas especiais envolve uma série de itens, seja o tema, a produção da roupa, o convite, a filmagem, a produção do ambiente, a música, as atividades de entretenimento e as guloseimas que serão servidas. Confira aqui quais cuidados devem ser tomados antes de iniciar um negócio desse tipo.

 
Zé Catral
 
Fonte: Só Dinheiro
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 24 de julho de 2012.

Comentários [0]

A panificação brasileira pode ser dividida em duas categorias: artesanal e industrial, ou Processo Artesanal e Forma Industrial. A panificação ou forma industrial tem como foco a fabricação de pães embalados e congelados, como panetone e massa de pizza. Seus clientes são, geralmente, supermercados, mercearias e varejistas em geral.

A panificação artesanal é o conjunto de padarias voltadas para venda direta ao consumidor. Assim, pode ser dividida, dependendo do tipo de padaria, em: loja máster, gourmet, express e especializada, também chamada de boutique e confeitaria.

As lojas máster se caracterizam pelo mix de produtos variados, dando ao consumidor a opção de encontrar vários produtos em uma só loja e não precisar se deslocar para outro estabelecimento. As lojas gourmet oferecem alimentos prontos para consumo. As Express focam nos lanches rápidos. E as lojas especializadas focam nos produtos de fabricação própria e de qualidade, sendo reconhecidos como produtos de grife.

A diferença crucial entre as duas áreas é que, com uma produção de panificação industrial, o empreendedor pode comercializar nos pontos de panificação artesanal. Vale ressaltar que o Brasil está entre os maiores no segmento de panificação industrial, e em franco crescimento. Aqui é comum a prática dos dois conceitos ao mesmo tempo, o que faz com que as panificadoras estejam sempre bem inseridas na comunidade.

 
Zé Catral
 
Fonte: Perfecta
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 19 de julho de 2012.

Comentários [1]

A pré-pesagem, sistema de preparação prévia dos ingredientes de uma receita com a quantidade solicitada pela área de atendimento, é extremamente benéfica para as panificadoras. Ela reduz o tempo de preparo das receitas, tornando a produção mais ágil, evita desperdício e melhora a limpeza e organização do local. Para que o sistema seja viável é preciso um planejamento do setor e a implantação de sistemas de controle e padronização de processos. A pré-pesagem deve ser feita em um local específico para esta ação, bem ventilado e com os equipamentos e matérias-primas a serem pesadas.

Implantar o sistema de pré-pesagem em panificadoras e confeitarias ajuda a melhorar a estruturação da área de produção. Com ele evita-se a falta de matéria-prima no momento da fabricação, torna o processo mais profissional, produtivo e seguro, uma vez que exige um planejamento que envolva calendários para produção e sistemas de controle e padronização de processos, contribuindo na eliminação de produtos vencidos.

Para implantar o sistema é preciso:

  • Padronizar todas as receitas da empresa e produzir cadastro de ingredientes utilizados e dos procedimentos de fabricação.
  • Fragmentar as medidas correspondentes ao volume de venda da empresa e instituir ferramentas de controle da produção, a fim de facilitar a monitoração da produção.
  • Definir calendários de produção, que será usado como base para a organização da pré-pesagem.

A pré-pesagem acontece com a pesagem de cada ingrediente utilizado em cada receita, seguida da etiquetação, com nome e data da pesagem de cada ingrediente, e encaminhados à área de indústria, seguindo o calendário e ordem de produção previamente elaborados. Dessa maneira os funcionários recebem as quantidades exatas para a fabricação dos produtos de cada dia.

É imprescindível que funcionários da pré-pesagem sejam treinados e que possuam conhecimento básico sobre os ingredientes, além de ágeis, atentos e organizados.

Tudo pronto? Implante o sistema hoje e acabe com o desperdício.

 
Zé Catral
 
Fonte: Sebrae
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 21 de junho de 2012.

Comentários [0]

Sabia que é possível dobrar seu faturamento instalando uma confeitaria em sua padaria? Isso acontece porque o custo por quilo de confeitados chega a 50% acima do custo do quilo de panificados. Confira aqui.

 
Zé Catral
 
Fonte: Sebrae
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 12 de junho de 2012.

Comentários [0]

Uma padaria em um supermercado pode aumentar seu faturamento em até 5%. Uma central garante melhor qualidade do produto, centraliza a produção e o supermercadista consegue a melhor negociação com os fornecedores. INVISTA!

Zé Catral

Fonte: sm.com.br
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 27 de abril de 2012.

Comentários [0]

Panificadoras e confeitarias já estão atentas aos eventos esportivos que acontecerão no Brasil.

 

Pela quantidade de hotéis, pousadas, resorts, spas, albergues e afins que servem refeições, percebe-se o grande volume de oportunidade para a panificação. Segundo a Organização Mundial de Turismo, o país recebe cerca de cinco milhões de turistas por ano e está em 43º na lista de países mais visitados, e esse número pode subir para oito milhões em 2014.

Antes de optar por fabricar para o setor, a panificadora deve observar dois fatores chaves. São eles: congelamento – extremamente importante, pois a demanda da indústria hoteleira é oscilante na maioria das vezes –, e transporte – uma vez que os produtos devem chegar ao seu destino em perfeito estado de conservação e intactos.

Existe uma infinidade de produtos que as panificadoras e confeitarias podem oferecer. Pães, torradas de diversos pães, croissant e folhados, além de patisserie frescas e de qualidade: pudins, scons, bolos, brownies, croissants doces, biscoitos, tortas, petit fours e focaccias. Um setor lucrativo é dos sanduíches (beirutes, hamburgers, peito de frango, bife com queijo…). Os petiscos para bares dos hotéis, tão importantes, precisam estar harmonizados com o estilo do bar e do hotel.

A panificação brasileira está passando por um momento especial, com imensa possibilidade de crescimento e ampliação do mercado. É fundamental estar preparado e analisar as intenções dos governos de estimular a construção de hotéis para não deixar a oportunidade passar.

 
Zé Catral
 
Fonte: Revista O Empreendedor
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 23 de abril de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail