Comentários [0]

Seu varejo necessita de uma balança precisa e de confiança. A mais moderna linha de balanças da Toledo é imbatível, e só ela faz a balança Prix III Light!

Ideal para lojas de pequeno varejo, a Prix III Light também funciona perfeitamente em comércio de rua e feiras livres, seu formato compacto e leve e sua bateria interna recarregável com autonomia de até 170h tornam seu trabalho mais fácil e produtivo. Sua estrutura de aço inoxidável plano deixa a limpeza mais fácil e higiênica, nenhum cantinho fica escondido dificultando a higienização.

Com o maior display da categoria, a Prix III Light garante excelente visualização e fácil leitura dos dígitos, economizando até 10 vezes mais energia elétrica. Possibilita ainda o pré-empacotamento e fixação da tara e do preço por quilo entre as pesagens. Acople-a à impressora 351 e tenha impressão automática.

A Prix III light foi desenvolvida para proporcionar ganho de valor ao seu varejo, seja ele padaria, mercado, quitanda, restaurante ou loja de conveniência.

 

A balança que seu pequeno negócio precisa.

Balança Eletrônica Prix III Light Toledo
Por: R$ 499,00 à vista
ou 10x de R$ 49,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 474,05 à vista
 

 

Zé Catral
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Catral
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de agosto de 2012.

Comentários [0]

Independente do tamanho do comércio, a balança é item fundamental em supermercados, açougues, padarias, restaurantes e outros tipos de lojas de alimentação fora do lar. Em supermercados, elas estão presentes em diversos setores, como padaria, açougue e check-out.

É indispensável fazer um estudo de qual o melhor modelo para cada área de sua loja. É importante verificar se existe a necessidade de imprimir etiquetas, qual o melhor local para ela, observar o tamanho do balcão x a base da balança, se é necessário o uso de uma balança com coluna e até mesmo se o produto está em harmonia com o mobiliário da loja.

Para quem procura a ideal para seu negócio, o mercado oferece opções diversificadas. O setor de padaria precisa de balanças com capacidade de três a seis quilos, enquanto para o açougue a balança ideal deve ter capacidade de até 30 quilos. A peixaria demanda balança suspensa para facilitar a limpeza do degelo, e o setor de retaguarda requer instrumentos para o recebimento e conferência de mercadorias de até 300 quilos.

É essencial manter o equipamento limpo e não colocar pesos acima da carga máxima. Funcionários devem ser orientados a utilizar os equipamentos de forma correta. As teclas se desgastam naturalmente, quando necessário, deve ocorrer a substituição. Para limpeza, um pano umedecido é suficiente, já que nem todos os equipamentos possuem proteção contra jatos d’água.

 
Zé Catral
 
Fonte: AMIS
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 16 de julho de 2012.

Comentários [0]

Rede de padaria-restaurante carioca foi inaugurada em 1996 e, após um ano, passou a funcionar 24 horas, com café da manhã self-service e almoço. Foi uma das primeiras padarias a instalar bufê no jantar. O negócio, com crescimento de 15% ao ano, atendeu 8 mil pessoas em 2009. Dessas, 60% estavam em busca dos serviços de food-service.

faturamento pode ser alto, mas os custos também são. Estrutura afinada – para operar três turnos, sem interrupção -, diversificação do cardápio, promoções para atrair diferentes tipos de público e investimento na divulgação são essenciais. Lembre-se: as pessoas buscam comodidade, ninguém sai de longe para ir a uma padaria.

 

Restaurante e padaria 24 horas – 1,15 milhão 

Equipamentos e instalações: R$ 1 milhão (aluguel de espaço físico, forno, fogão, utensílios de cozinha, câmara fria, refrigeradores, expositores, balança, exaustor, mesas e cadeiras para 30 pessoas, sistema integrado de gestão e impressora fiscal)
Capital de giro: R$ 150.000
Faturamento médio mensal: R$ 150.000
Funcionários: 24 (o dono, 3 padeiros, 3 confeiteiros, 2 cozinheiros, 10 atendentes, 3 caixas e 2 seguranças)
Prazo de retorno: 48 meses

Interessou? Saiba que na Catral você encontra os equipamentos necessários para montar sua empresa.

 
Zé Catral
 
Fonte: Revista PEGN
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de junho de 2012.

Comentários [1]

A pré-pesagem, sistema de preparação prévia dos ingredientes de uma receita com a quantidade solicitada pela área de atendimento, é extremamente benéfica para as panificadoras. Ela reduz o tempo de preparo das receitas, tornando a produção mais ágil, evita desperdício e melhora a limpeza e organização do local. Para que o sistema seja viável é preciso um planejamento do setor e a implantação de sistemas de controle e padronização de processos. A pré-pesagem deve ser feita em um local específico para esta ação, bem ventilado e com os equipamentos e matérias-primas a serem pesadas.

Implantar o sistema de pré-pesagem em panificadoras e confeitarias ajuda a melhorar a estruturação da área de produção. Com ele evita-se a falta de matéria-prima no momento da fabricação, torna o processo mais profissional, produtivo e seguro, uma vez que exige um planejamento que envolva calendários para produção e sistemas de controle e padronização de processos, contribuindo na eliminação de produtos vencidos.

Para implantar o sistema é preciso:

  • Padronizar todas as receitas da empresa e produzir cadastro de ingredientes utilizados e dos procedimentos de fabricação.
  • Fragmentar as medidas correspondentes ao volume de venda da empresa e instituir ferramentas de controle da produção, a fim de facilitar a monitoração da produção.
  • Definir calendários de produção, que será usado como base para a organização da pré-pesagem.

A pré-pesagem acontece com a pesagem de cada ingrediente utilizado em cada receita, seguida da etiquetação, com nome e data da pesagem de cada ingrediente, e encaminhados à área de indústria, seguindo o calendário e ordem de produção previamente elaborados. Dessa maneira os funcionários recebem as quantidades exatas para a fabricação dos produtos de cada dia.

É imprescindível que funcionários da pré-pesagem sejam treinados e que possuam conhecimento básico sobre os ingredientes, além de ágeis, atentos e organizados.

Tudo pronto? Implante o sistema hoje e acabe com o desperdício.

 
Zé Catral
 
Fonte: Sebrae
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 21 de junho de 2012.

Comentários [0]

A Apas (Associação Paulista de Supermercados), em parceria com o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), lançou a cartilha Ipem-SP Explica, a fim de prevenir irregularidades nas práticas comerciais. Na cartilha o supermercadista confere orientações quanto a balanças, aos produtos pré-medidos, têxteis, de certificação compulsória e mais. Faça o download da cartilha aqui.

 
Zé Catral
 
Fonte: Portal APAS
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 15 de junho de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail