Comentários [0]

O layout da loja, com seus elementos de comunicação, tem função vendedora para o lojista. Para os consumidores, se torna um importante aliado de decisão nas compras. Dessa forma, os estabelecimentos devem buscar maior visibilidade para aqueles alimentos que estão sendo alvo de escolhas que prestigiem saúde e bem-estar, pois essa é uma das tendências de consumo.

 Rotular alimentos

Nesta direção, a movimentação da indústria já começou. O setor está adequando seus produtos não só na composição dos alimentos, como também na comunicação das embalagens. Grandes redes varejistas estão adotando uma comunicação mais efetiva da funcionalidade dos alimentos a partir da exposição dos produtos e, nesse sentido, o pequeno varejo não pode ficar para trás.

Se saúde e bem-estar é tendência, resta ao pequeno varejo atentar-se para organizar o ponto de venda, sinalizando e comunicando de forma mais enfática a presença de alimentos com propriedades que melhoram a funcionalidade do organismo.

A influência do layout no processo de escolha

Recentemente, uma pesquisa publicada no American Journal of Preventive Medicine, que teve início em 2010, comprovou a influência das cores na escolha de alimentos. Durante dois anos, foram utilizadas as cores que sinalizam o trânsito de veículos e pedestres no layout de uma lanchonete de um hospital de Massachusetts.

Os alimentos foram rotulados com as cores vermelho (alto valor calórico), amarelo (demandam cuidado) e verde (alimentos saudáveis) e, devido a essa intervenção, os clientes passaram a consumir aqueles mais ricos em nutrientes. A experiência de rotular alimentos por seu valor calórico ajudou a aumentar o consumo de alimentos saudáveis em até 20%.

Seu mercado pode lucrar com isso. Dispor produtos saudáveis na mesma gôndola do mesmo produto “normal” mostra aos consumidores que você vende produtos saudáveis. Escondê-los em uma gôndola específica os deixam isolados e muitos clientes podem nem passar por eles.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 18 de junho de 2015.

Comentários [0]

Em busca de uma alimentação saudável, cada vez mais brasileiros tentam seguir uma dieta balanceada. A boa notícia para o varejo é que essas pessoas também estão dispostas a pagar mais por esses alimentos, e isso é ótimo para ajudar a elevar a rentabilidade de várias seções da loja. O problema é que muitos consumidores não sabem o que levar. Cabe aos supermercados orientar e ensinar esse público a consumir alimentos e bebidas mais saudáveis, além de criar ações de incentivo.

alimentos_saudaveis_supermercado

Se o espaço da loja permitir, reúna em um corredor produtos orgânicos e integrais industrializados. Caso contrário, uma alternativa é montar ilhas decoradas e usar gôndola de centro, como a Gôndola de Centro Inicial Versátil 1,65m VGCL16 Venâncio. Procure firmar parcerias com os fornecedores a fim de disponibilizar promotores para essa área. Eles podem ajudar a tirar dúvidas dos clientes e oferecer os produtos, além de ajudar na reposição dos produtos na Gôndola de Centro Inicial Venâncio.

Uma boa oportunidade são os chamados superalimentos. Eles são considerados dessa forma pelos nutricionais, pois oferecem mais benefícios à saúde do que a maioria dos produtos. Como vêm ganhando espaço na mídia, eles começam a ser mais procurados pelo público. Também nesse caso, vale a pena indicar a presença deles no supermercado. Alguns deles:

  • Amaranto
  • Chia
  • Goji Berry
  • Linhaça
  • Óleo de coco
  • Quinoa
  • Freekeh

Abasteça sua Gôndola de Centro Inicial VGCL16 Venâncio com esses superalimentos e boas vendas.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 20 de fevereiro de 2015.

Comentários [0]

O post de hoje é especial para você, jovem que pensa em abrir um negócio de alimentação saudável. Antes de montar sua empresa, é necessário levar algumas coisas em consideração. Confira aqui sete estratégias para lucrar nesse ramo.

Zé Catral
 
Fonte: Gestão de Restaurantes
Foto: Divulgação
 

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 14 de agosto de 2012.

Comentários [4]

Pesquisa feita em 2009 pela Toledo & Associados apontou que 64% das pessoas com mais de 30 anos buscam uma dieta mais saudável, mesmo em fast-food. Em consequência, até as grandes redes possuem em seus cardápios saladas, grelhados e alimentos pouco calóricos. Foram abertas ainda lanchonetes e fast-foods especializados em pratos saudáveis. Empresa do ramo criada em 2009 faturou R$ 4,5 milhões no primeiro ano. Em 2012 a receita bruta chegou aos R$ 10 milhões. As apostas são ingredientes de qualidade e baixas calorias. No cardápio, informações sobre os principais nutrientes de cada prato, mostrados por meio de ícones que indicam quais são as vitaminas e minerais, como cálcio, potássio e ferro.

 

 

Lanchonete saudável  – R$ 310.000 

Equipamentos e instalações: R$ 250.000 (aluguel de espaço físico, estoque, caixa eletrônico e impressora de cupom fiscal, software de controle de vendas e estoque, cortador de frios e de legumes, esterilizador de louça, microondas, freezer, geladeira e forno)
Capital de giro: R$ 60.000
Faturamento médio mensal: R$ 85.000
Funcionários: 15 (o dono e 14 empregados para três turnos)
Prazo de retorno: 36 meses
 
E aí? Resolveu saber mais sobre o assunto? O Blog da Catral já fez outros posts sobre como montar restaurantes naturais. Veja aqui.

E, para você que decidiu abrir o seu negócio, facilite sua vida e confira as ofertas da Catral.

 
Zé Catral
 
Fonte: Revista PEGN
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de junho de 2012.

Comentários [0]

Os brasileiros se renderam aos produtos com certificação orgânica – produtos fabricados com matéria prima sem uso de agrotóxicos e fertilizantes químicos -, de vinhos a roupas. O mercado cresce rápido, conforme aumenta o interesse por produtos sustentáveis e alimentos saudáveis. Segundo o Ministério da Agricultura já passa dos 15 mil o número de produtores orgânicos cadastrados no Ministério da Agricultura.

Algumas marcas se dedicam aos produtos naturais desde antes da onda dos orgânicos. Alguns fornecedores já praticavam a agricultura sustentável muito antes da popularização do mercado.

 

Loja de produtos orgânicos – R$ 60.000 

Equipamentos e instalações: R$ 40.000 (aluguel de espaço físico, estoque, prateleiras, 2 freezers, caixa com cupom eletrônico, computador com software de controle de estoque e vendas)
Capital de giro: R$ 20.000
Faturamento médio mensal: R$ 20.000
Funcionários: 4 (o dono e 3 atendentes)
Prazo de retorno: 36 meses

Para montar uma loja de produtos orgânicos é preciso acreditar no estilo de vida natural e conferir as ofertas da Catral.

 
Zé Catral
 
Fonte: Revista PEGN
Foto: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 28 de junho de 2012.

Comentários [0]

As pessoas estão cada vez mais preocupadas com a alimentação. Independente da causa: obesidade, stress e sedentarismo, preocupação com a beleza ou conhecimento da ligação entre alimentos gordurosos e algumas doenças. O que importa é que as pessoas estão buscando refeições balanceadas, gostosas e rápidas. Entenda aqui, no Blog da Catral, porque essa tendência cresce cada vez mais e o que você pode fazer para tirar a sua fatia.

O crescimento do mercado de alimentos saudáveis é um dos fatores que ajudam a explicar esse fenômeno. Dados da consultoria Euromonitor projetam que, em 2014, as vendas de bebidas e alimentos industrializados relacionados com saúde e bem-estar deverão movimentar US$ 21,5 bilhões no Brasil.

Para sua empresa tome sua parte nesse filão é fundamental informar o cliente sobre a importância da alimentação saudável. Divulgar dados gastronomia, nutrição e bem-estar ajuda a divulgar a marca. O público cresce cada vez mais, mais informado e mais frequente. Saber sobre o que fala é fator decisivo.

Não tente enganar seu cliente. A empresa deve ter consistência, e não apenas se valer da imagem de ‘verde’. Para isso, boa imagem e coerência são fundamentais. O público que hoje consome refeições saudáveis são pessoas informadas, capazes de perceber as contradições de uma empresa que adere à onda verde por puro modismo.
Além disso, os produtos saudáveis costumam ser mais caros que os demais alimentos, o que aumenta a exigência dos clientes na hora de comprá-los.

A Catral oferece produtos que irão te ajudar a deixar o alimento da sua família mais saudável.

Cesto para Lavar Frutas e Verduras Brinox

Secador de Saladas PR-SAL100 Hudson

Conjunto de Bowl 3 Peças Vermelho Euro

Pote de Plástico 4,6 litros para Conserva KX-71506 Hudson

 

Jogo de Mantimentos Inox 4 Peças Brinox

 

Porta Bolo 2 Peças Perunia Brinox

Zé Catral
 
Fonte: gestaoderestaurantes.com.br/blog
Fotos: Divulgação

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 1 de março de 2012.

Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail