Os vinhos espanhóis, em firme aposta para conquistar novos mercados, aumentaram em 2013 a presença no Brasil, apesar da redução das importações durante o último ano no país, ressaltaram nesta quinta-feira fontes do setor.

vinhoespanhol

Nos últimos anos, o vinho importado que mais cresceu no Brasil foi o espanhol, com um avanço de 7,15% em 2013, enquanto as importações do produto caíram 3,22% no ano passado, de acordo com os números apresentados pela campanha “Vinhos da Espanha”, promovida pela embaixada espanhola.

O aumento de sua presença no Brasil ratifica a posição da Espanha em 2013 como o maior exportador mundial de vinhos. Uma das estratégias no mercado brasileiro, dominado por marcas da Argentina e do Chile beneficiadas pelo Mercosul, foi a oferta de vinhos de qualidade a preços mais baixos do que o dos outros países europeus e a promoção em eventos e feiras com o apoio da Câmara Oficial Espanhola de Comércio no Brasil.

Para o exportador e representante da Adega Señorio de Sarria, Jordi Mesa, o consumo do vinho espanhol é associado pelos brasileiros ao hábito de ser acompanhamento das famosas “tapas”.

Nesse sentido, o consumo de vinho no Brasil pode ser associado à degustação de sanduíches tradicionais da culinária local, apontou o exportador espanhol, que promove, entre outros, o vinho nº5 Garnacha, apresentado em São Paulo com uma sopa de castanhas.

Garanta sua fatia nesse mercado. Os clientes do seu restaurante merecem o melhor. Para isso, use a Adega de Vinhos Preta 33 Garrafas MWC33 Midea. Com capacidade para 33 garrafas, controle de temperatura e design moderno, a Adega MWC33 Midea possui ainda painel Touch Control, com controle digital da temperatura para melhor controle das funções e da temperatura sem a necessidade de abrir a porta, e ajustes específicos para cada tipo de vinho, branco, tinto e espumante, de 5 a 18°C.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 6 de maio de 2015.