Buscando expansão, as franquias de sucesso estão investindo cada vez mais na criação de quiosques que exigem menor investimento e trazem lucros elevados. Em 2011, o setor de franquias cresceu 16,9%, e há mais de uma década representa 2,3% do PIB nacional. Esse tipo de negócio é ideal para atingir cidades do interior do Brasil, sem grandes gastos.

As vantagens para o franqueador é que ele pode fazer um teste de mercado nas pequenas cidades com custos e riscos menores, e maior praticidade, além de conseguir estar em áreas com grande fluxo de pessoas sem tantos gastos de investimento. Hoje, algumas redes já oferecem o sistema de quiosques para seus próprios franqueados, a fim de conseguir mais lucros e ficar especialista nessa área.

No Brasil, abrir uma loja de franquia famosa custa, no mínimo, R$150 mil reais, enquanto que um quiosque da mesma rede pode custar até 50% menos deste valor. Por isso, o mercado de quiosques se apresenta como lucrativo, e atrai uma nova classe de investidores, franqueados ou não, responsáveis por expandir a marca cada vez mais.

Para ter sucesso, os franqueadores precisam desenvolver um ambiente aconchegante, agradável e atraente, que chame a atenção das pessoas que passam pelo shopping. O maior objetivo é fazer com que elas comprem por impulso, desde bijuterias a muffins, através de um espaço e ambiente ideais.

Alguns tipos de negócios que você pode abrir em quiosques:

Cafeterias: ambiente aconchegante e agradável como o de uma loja convencional, com a inserção de divisórias personalizadas, e cadeiras e mesas em lugares que não atrapalhem o fluxo.

Bijuterias e maquiagem: espaço menor, com produtos expostos em prateleiras ao redor do balcão, iluminação adequada e espelhos.

Games: lugar onde seja possível que os homens testem os produtos enquanto suas mães ou mulheres fazem compras.

Muito interessante, né? Aproveite essa tendência e invista num quiosque de franquia. E, quando for adquirir os equipamentos, passe na Catral.

 

Zé Catral

Fonte: Franquia Empresa.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 1 de novembro de 2012.