Comentários [0]

shutterstock_140334265

TELINHA QUENTE

Não adianta investir só no site da empresa, é hora de transformar a telinha do celular em plataforma para compra on-line e vitrine para aplicativos. Vale a pena também ficar de olho no conteúdo para tablets.

GEOLOCALIZAÇÃO

O crescente uso de smartphones no Brasil abre outro mercado promissor: o da geolocalização. Com esse recurso, é possível saber quais são as empresas e as ofertas disponíveis perto de onde o consumidor está, o que favorece a compra por impulso. Para a Copa, vale fazer seu anúncio em outros idiomas para entrar no radar dos turistas.

LOJA CONECTADA

No Brasil, já é comum ter acesso à internet por Wi-Fi em cafeterias e restaurantes. Mas esse tipo de conexão ainda não chegou às lojas. O comércio deve se preparar, pois em outros países, os consumidores estão adorando a mania de usar o smartphone durante as compras para saber mais sobre seus objetos de desejo. Usando ferramentas como aplicativos e códigos QR, eles conseguem ter acesso à informações mais aprofundadas sobre o produto, como histórias de quem já o utilizou, comparações de preço e avaliações de especialistas.

TERCEIRA IDADE

Engana-se quem pensa que os mais velhos se preocupam apenas com a saúde. Esse grupo adora comprar presentes para filhos e netos e não mede gastos. Mas, para ganhar esses clientes, é preciso oferecer um serviço diferenciado.

SEM SAIR DE CASA

Fazer da sua residência um ambiente seguro e confortável para se proteger do mundo é uma tendência de comportamento que se fortalece a cada ano no Brasil e em muitos países. Com isso, aumenta a demanda por sistemas de automação e mobiliário que deixem o lar mais prático e aconchegante, seja no ambiente de home office ou na cozinha gourmet. Esse enclausuramento também abre um bom mercado para serviços de conveniência, especialmente os de entrega de produtos de alto valor agregado, como alimentos orgânicos, vinhos finos e cervejas artesanais.

FOCO NA CLASSE C

A classe que reúne famílias com renda entre R$1.126,00 e R$4.854,00 já representa mais de metade da população brasileira. Esses consumidores priorizam qualidade e não preço, pesquisam na internet antes de comprar e concentram sua atenção na educação.

BELEZA ACESSÍVEL

As brasileiras querem ficar bonitas, especialmente as que estão chegando agora ao mercado de trabalho. Entre as mulheres da classe C, 69% investem na aparência para crescer na carreira. Salões de beleza também estão faturando, mas com famílias da classe B (renda de R$4.854,00 a R$6.329,00), as que mais gastam com esse serviço.

PORÇÃO PARA UM

O número de pessoas que moram sozinhas subiu. Vale a pena investir nesse público de solteiros, idosos e divorciados, que procura serviços domésticos especializados, como os de reparo e limpeza, e produtos feitos para consumo unitário, especialmente os alimentícios.

EDUCAÇÃO ON-LINE

Aulas complementares e cursos técnicos e profissionalizantes são os dois segmentos mais promissores do ensino a distância. Esse é outro segmento que tende a crescer ancorado na base da pirâmide de renda. A ideia é deixar a educação mais eficiente e mais barata.

CIDADES MÉDIAS

As cidades de médio porte, que têm entre 100 mil e 500 mil habitantes, já concentram 25% da população brasileira. São as que mais crescem, de acordo com dados do IBGE. O aquecimento econômico dessas regiões aumenta o poder de compra de um público que anseia por produtos e serviços mais sofisticados.

MICROARTESANATO

Quem faz ou vende acessórios deve ficar atento a uma nova tendência do artesanato: joias, presentes e acessórios com miniaturas divertidas, com aparência de que foram feitas em casa. O público-alvo aqui são os adultos, mas quem quiser cativar também os adolescentes pode extrapolar a tendência para pingentes de corrente e de celular, broches e chaveiros com motivos como frutas, docinhos, flores e animais fofinhos.

ESTÁDIO ACESSÍVEL

A legislação brasileira prevê que 2% dos assentos de um estádio sejam destinados a quem usa cadeira de rodas; outros 2% devem atender a deficientes visuais, pessoas obesas e com pouca mobilidade. A Fifa usa como referência um guia que recomenda separar ao menos 266 cadeiras para essa parcela do público. Mesmo com os lugares reservados, esses consumidores não têm todas as suas necessidades atendidas: faltam por todo o país serviços em áreas como transporte, alimentação e segurança.

MODA PARA POUCOS

No universo da moda, uma boa tática para escapar da concorrência com megalojas de departamentos é apostar em roupas para nichos muito pouco explorados no Brasil, pessoas que estão acima do peso, que usam sapatos com numeração diferente da convencional, ou ainda o público da terceira idade.

EXCLUSIVIDADE

Para o público classe A, a nova faceta do luxo é consumir em menor quantidade, mas com maior exigência de exclusividade. O excesso de sacolas sai de cena para dar lugar a peças únicas, artesanais e de altíssimo valor agregado. O cliente tem consciência de que o item é caro devido ao longo tempo de produção, e isso vale tanto para um vinho envelhecido como para uma bolsa incrível, com materiais únicos.

CUSTOMIZAÇÃO

O consumidor não quer ser tratado como mais um na multidão. Por isso, está trocando as marcas genéricas por produtos e alimentos customizados, mais adequados ao seu estilo de vida. A indústria já desenvolve tecnologias que permitem fazer essa personalização com baixo custo.

DEGUSTAÇÃO DE CERVEJA

O brasileiro está tomando gosto por experimentar cervejas diferentes — o que inclui tanto as artesanais quanto as importadas. O câmbio favorável à importação contribuiu para aquecer esse mercado: nos últimos três anos, a venda de cervejas Premium cresceu mais do que a das tradicionais.

NECESSIDADES ESPECIAIS

Cerca de 24% da população brasileira tem algum tipo de deficiência física ou intelectual. São 45,6 milhões de pessoas, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O governo pretende abastecer a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) com R$ 150 milhões para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias assistivas. Mais uma razão para prestar atenção nesse mercado.

SERVIÇO POLIGLOTA

Muitos estrangeiros têm procurado por emprego no Brasil, e estão conseguindo. Quem quiser cativar esse público deve pensar em outras línguas. Assim, também poderá tirar proveito do fluxo de turistas que visitarão as cidades-sede da Copa do Mundo de 2014.

PORTUGUÊS PARA ESTRANGEIROS

Conforme aumenta o número de estrangeiros que vêm trabalhar em empresas brasileiras ou em multinacionais com filiais no país, ensinar português a eles está se revelando uma atividade promissora. Um indício importante do interesse por aprender e dominar nosso idioma é que o número de candidatos inscritos para fazer o Celpe-Bras (exame de proficiência em português reconhecido pelo Ministério da Educação e bastante valorizado pelas empresas) quintuplicou em uma década.

LOCAL E UNIVERSAL

A crescente globalização do consumo não implica em oferecer os mesmos produtos e serviços para todo mundo. Muito pelo contrário: são cada vez mais valorizados os itens de origem, que mostram suas raízes e, ao mesmo tempo, são capazes de transcender suas fronteiras. Por conta dessa tendência, o novo lema do varejo é “pense no local, aja no global”, uma paráfrase do antigo mantra “pense de forma global e atue no local”, que se popularizou no início do processo de globalização. Para a nova receita dar certo é preciso contar com sensibilidade para captar o espírito de uma região, saber utilizar a internet como aliada para ampliar o alcance da publicidade e ter estrutura para atuar em escala global. A empresa precisa estar preparada para atender públicos novos, com necessidades e exigências distintas.

SAÚDE NO CELULAR

A preocupação crescente com a saúde tem ampliado o mercado para aplicativos e aparelhos que permitam monitorar desde as características de uma pinta no rosto até a evolução de uma dieta.

MOMENTO ZEN

A crescente correria diária em grandes centros urbanos faz com que as pessoas valorizem cada vez mais os momentos de pausa e reflexão. Algumas aprendem a praticar meditação, outras fazem retiros em lugares onde não é permitido falar, e há quem decida comparecer a cursos ou palestras para desenvolver a sua espiritualidade. São muitas as possibilidades de negócios para atender esse público: lojas, editoras, livrarias, espaços para meditação e palestras, produtoras de vídeos etc.

NUTRIMÉTICOS

A palavra é o resultado da mistura entre nutrição e cosméticos. Nessa tendência de mercado, vitaminas, colágeno e outros ingredientes relacionados à indústria da beleza ganham corpo em bebidas, suplementos nutricionais, petiscos e balas. O termo já se popularizou na Europa, nos Estados Unidos e no Japão. Por aqui, uma das pioneiras no ramo é a empresária Cristiana Arcangeli, que lançou a marca beauty’in, com barras de cereais, balas e bebidas que misturam ativos de frutas orgânicas com proteínas e minerais.

FUNCIONAIS E ENERGÉTICAS

O consumo desses dois tipos de bebida está começando a decolar no Brasil. Outro ramo relacionado à qualidade de vida, o de bebidas funcionais, que trazem benefício à saúde, segue aquecido: faturou US$ 24 bilhões no mundo em 2010 e tem crescido acima da média do mercado de alimentação.

Screenshot_3 Balança Eletrônica 15Kg com Impressora Integrada Prix 4 Uno Com RS 485 Toledo
Por: R$ 2.499,00 à vista
ou 10x de R$ 249,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.374,05 à vista

Fonte: revistapegn.globo.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de abril de 2014.

Comentários [0]

Falando em investimentos que você pode fazer com pouco dinheiro, a máquina de assar frangos é um deles. Segundo muitos que investiram na compra  desta  máquina, a acharam um negócio lucrativo. Mas para que isto aconteça, a freguesia deverá ser conquistada: pela higiene, o sabor, o atendimento, a propaganda e etc.

shutterstock_166842794

Como em todo ramo de negócios, este também deverá ser montado em cima de uma estrutura de qualidade, principalmente quando se trabalha no ramo de alimentação. Algumas pessoas pensam que é só comprar a máquina e colocar alguns frangos para assar. Claro que não! Hoje em dia, todos os tipos de negócios que se pensar em investir, lembre-se que sempre haverá concorrência, e a venda de frango assado, é um deles. O frango assado é oferecido em padarias, supermercados, e aqui perto da minha casa, até no sacolão tem uma máquina de frango assado, que aos domingos o pessoal faz fila para comprar.

Mas para que isto aconteça também com o seu comércio, você precisará em primeiro lugar, conquistar a sua freguesia. No mercado, existe uma grande variedade de tipos de máquinas de assar frango, os modelos mais vendidos são aqueles que são fabricados em aço inox, pois o frango solta gordura e se não for feita de aço inox pode enferrujar, além de serem bem mais fáceis de limpar. Os modelos maiores possuem duas portas na parte da frente com vidro temperado para resistir ao calor, os menores acabam possuindo apenas uma porta, podendo utilizar energia ou gás de cozinha para assar o frango.

Estas máquinas funcionam da seguinte maneira:

Os frangos ficam presos em espetos e ficam girando enquanto o calor das placas no interior fica assando o frango, ele gira para poder assar por igual todas as partes. Os modelos mais comuns trazem junto 6 espetos e com a capacidade de 5 frangos por espeto, dando a possibilidade de você assar até 35 frangos por vez. Elas podem vir com rodinhas para facilitar a troca de posição, você pode colocar onde quiser, de preferencia, na frente do seu estabelecimento para chamar atenção. É muito importante analisar bem os modelos de máquina de assar frango, as mais baratas podem ser uma boa escolha para quem está iniciando, mas é preciso analisar o seu estado de conservação tanto mecânica como estrutural. Mas comprar uma máquina de assar frango nova tem suas vantagens, além de ter certeza que o seu equipamento está em perfeitas condições ela vem com garantia do vendedor, manutenção direta com o fabricante tornando mais fácil quando necessário repor alguma peça.

Screenshot_2 Maquina de Assar Frango – Frangueira Inox a Gás para 30 Frangos SGF3 C/IN Venâncio
Por: R$ 2.099,00 à vista
ou 10x de R$ 209,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.994,05 à vista

Fonte: trabalhoeinvestimento.blogspot.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 24 de abril de 2014.

Comentários [0]

shutterstock_163684979

B2B SUSTENTÁVEL

As grandes companhias estão começando a reduzir o impacto de seus processos produtivos no meio ambiente e esta é uma oportunidade para pequenas e médias empresas desenvolverem tecnologias e serviços para ajudá-las nessa tarefa. Algumas possibilidades de atuação estão no planejamento de ações para neutralizar a emissão de gases de efeito nocivo, a oferta de fontes alternativas de energia e o desenvolvimento de materiais menos poluentes.

LOGÍSTICA REVERSA

Alguns setores da indústria (pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, lâmpadas e eletroeletrônicos) terão de se responsabilizar pelo descarte final de seus produtos. A partir de 2014, os fabricantes vão gerenciar a retirada dos itens que o consumidor descartar e dar a esses produtos o destino correto, em parceria com governos e com o varejo. É aí que entram transportadoras e empresas de reciclagem e de destruição certificada.

CLIENTE FALANTE

As redes sociais deram ao consumidor um potente canal de comunicação com as empresas, geralmente usado para reclamar. Muitas já reforçaram seu SAC 2.0 no Facebook e no Twitter, mas é possível fazer mais: em vez de esperar o cliente falar, convidá-lo a testar um produto antes do lançamento.

SOCIAL COMMERCE

Transformar as redes sociais na versão digital da divulgação boca a boca é a principal tendência do comércio eletrônico. As empresas começam a abrir lojas no Facebook para que seus seguidores compartilhem com os conhecidos o que está na vitrine. Mas, para estimular as vendas por meio da recomendação social, é preciso engajar o público.

FESTA PARA CASAMENTO GAY

A união formal de pessoas do mesmo sexo ganhou impulso no Brasil quando o Supremo Tribunal Federal autorizou o primeiro matrimônio gay do país. Os casais começam a planejar festas, mas faltam organizadores especializados. Banqueteiros, floristas, joalheiros, fabricantes de lembrancinhas e organizadores já comemoram o aumento das vendas.

BELEZA MASCULINA

O Brasil já é o segundo maior mercado de cosméticos para homens, só perde para os EUA.

MATURIDADE SEM IDADE

Há quem diga que os 60 são os novos 40. A geração dos baby boomers, nascida entre 1946 e 1964, passa longe do sofá: com boa saúde e dinheiro guardado, eles querem mais é consumir, viajar e se divertir. Mas faltam serviços e produtos para atender bem esse consumidor, sem tratá-lo como avô. Alguns segmentos pouco explorados são turismo, alimentos para manter a boa saúde e roupas.

BAIXINHOS CONSUMISTAS

Homens e mulheres que trabalham e passam pouco tempo com os filhos procuram cada vez mais agradá-los com experiências enriquecedoras em centros de lazer, cursos, bons livros e brinquedos. Outros fazem um reembolso afetivo por meio do consumo. Na prática, os pequenos ditam as compras dos pais. “Essa é a ponte para a criança crescer de forma mais rápida. Antes da adolescência, elas já estão ansiosas para entrar no universo adulto e das celebridades, e isso define seu padrão de escolhas.”

ESPÍRITO RETRÔ

Em busca de um tempo em que não tinham preocupações, adultos buscam conforto em produtos queridos da infância. É a deixa para a volta ao passado e à valorização de seus ícones. Até os jovens curtem a nostalgia de um período que não vivenciaram, apontam estudos. No mundo da moda, o vintage está em alta. Neste ano, as referências aos anos 1960 e 1970 vão aparecer no estilo, nas cores e nas propagandas de roupas e de acessórios. Até as curvas, como as das pin-ups, serão valorizadas.

CAPRICHO ANIMAL

Por devoção ou diversão, donos de cães e gatos investem cada vez mais em mimos para eles. Tanto que roupas, acessórios e produtos de beleza para esses pets já respondem por 75% do valor de vendas de produtos para animais no Brasil. As projeções para o setor são de um crescimento médio de 8% ao ano até 2016. E é um bom nicho para pequenas e médias empresas, já que as multinacionais do setor estão concentradas em cuidados com a saúde.

PET SITTER

Nada de jaulinhas no pet shop ou hotéis veterinários. Quando viajam, os donos de cães e gatos querem que os bichinhos se sintam em casa — e fiquem por lá mesmo, com todos os cuidados necessários. Assim, cresce o interesse pelo serviço de pet sitter, um profissional que visita os animais todos os dias para dar comida, limpar os sanitários e brincar com eles. E, claro, mandar notícias para os donos, que estão longe. Nos EUA, já existe até um aplicativo de geolocalização, o Stayhound, para encontrar um pet sitter que esteja por perto e checar as opiniões de quem já utilizou os seus serviços.

CONSUMO INDULGENTE

Para aliviar as pressões do dia a dia, as pessoas tentam se recompensar de alguma forma. A mais comum é se presentear com um pequeno mimo, não muito caro, como uma xícara de café especial ou um chocolate importado. Mas há quem radicalize e decida se libertar da tensão se deliciando com prazeres como jantar uma bela picanha durante a semana sem nem ligar para o colesterol. A chave para servir bem a esse consumidor de maior poder aquisitivo é oferecer uma experiência libertadora, um produto ou serviço cuja fruição dê a sensação de quebrar a rotina.

JOGO DA VIDA

A internet é um poderoso instrumento de interação em rede, e os brasileiros têm se divertido com jogos on-line sociais, disputados entre vários participantes e a distância. A popularização desse tipo de entretenimento sinaliza um bom mercado para desenvolvedores, especialmente porque as empresas também resolveram entrar na onda. Elas começam a usar jogos e desafios em seus sites ou redes sociais para envolver seus consumidores, de forma lúdica, no conteúdo que querem divulgar, e assim provocar engajamento com a marca.

MESA COMPLETA

A mistura de preocupação com a saúde e busca de atividades que deem prazer favorece os cuidados com a alimentação. Isso significa que as pessoas não só estão examinando cardápios em busca de ingredientes orgânicos e nutritivos, mas também se aventurando mais na cozinha. Com isso, abre-se um leque de oportunidades no mercado gourmet, como nas áreas de utensílios sofisticados para a cozinha, ingredientes premium e fornecimento ou catering especializado, em culinária vegetariana, por exemplo.

SENSAÇÃO DE SEGURANÇA

Nas grandes cidades, o medo de ser assaltado ou chegar em casa e ter uma surpresa desagradável leva as pessoas a reforçar seus gastos com segurança pessoal. Mas isso não significa apenas blindar o carro ou equipar a casa toda com câmeras e sistema de monitoramento remoto. Ainda há uma grande carência de serviços de “leva e traz”, para minimizar deslocamentos como o de levar o carro à oficina.

PAIS QUE COMPARTILHAM

A velha prática de doar roupas, berços e brinquedos que os filhos não usam mais foi repaginada. Formando uma rede que vai além de amigos e parentes, alguns sites permitem vender itens ou alugá-los temporariamente, para não desperdiçar dinheiro com artigos que serão usados por pouco tempo.

COMÉRCIO JUSTO

A premissa é distribuir lucro de maneira equilibrada, gerando mais renda para produtores de alimentos e de artesanato. Os consumidores valorizam o esforço: 79% acham que as empresas têm papel importante na redução da pobreza e 85% se preocupam com a remuneração justa de fazendeiros e trabalhadores.

PECHINCHA CHIQUE

A febre das compras coletivas causou uma avalanche de ofertas de descontos nos últimos anos. Resultado: os consumidores aderiram à prática de caçar o melhor preço, não só para economizar, mas também pela satisfação de ter feito uma compra esperta. Hoje, a pechincha compartilhada com amigos nas redes sociais é motivo de orgulho, e não de embaraço. Com uma mãozinha da tecnologia, fica mais fácil compartilhar ofertas, recomendá-las aos amigos e consultar avaliações para se certificar de que está fazendo um bom negócio.

ÉTICA E ESTÉTICA

Tanto no Brasil quanto no exterior, a preocupação socioambiental influencia cada vez mais a decisão de compra. Assim, aumenta a preferência por produtos de empresas que adotam iniciativas de responsabilidade social, compra de créditos de carbono ou comércio justo. Mas não basta ser bonzinho: os produtos devem ser esteticamente atraentes e de boa qualidade, pois a generosidade do consumidor tem limite.

TROCA COM DESCONTO

A mania de querer sempre o último modelo tem inspirado algumas lojas a darem descontos para quem apresentar um produto usado na hora da compra.

ECONOMIA COMPARTILHADA

Em vez de gastar dinheiro com pequenos e grandes luxos, os consumidores começam a valorizar a experiência de compartilhar produtos variados, de um par de sapatos assinados até um passeio de helicóptero. Usar é mais interessante do que ter, além de ser mais barato, existe a conveniência de não precisar fazer a manutenção.

VIAGEM-SURPRESA

Agências de viagem nos EUA lançaram a moda: você compra um pacote sem saber muito sobre o destino, o hotel e as atrações locais. A ideia é conquistar o turista com a promessa de mistério e diversão. O público-alvo são adultos na faixa de 20 a 34 anos — games e redes sociais são boas iscas para atraí-los.

CONVENIÊNCIA E QUALIDADE

A crescente valorização da experiência de consumo, aliada à falta de tempo, faz com que haja uma demanda cada vez maior por produtos e serviços que sejam convenientes e práticos, mas sem perder a qualidade. Para fidelizar o consumidor, a dica é pensar em produtos simples e eficazes, ou então em lojas que ultrapassem a mera relação de compra e venda, oferecendo aos seus clientes aromas, sons ou ainda orientação para fazer a melhor compra sem perder tempo.

TESTE AO VIVO

O raciocínio é simples: já que comprar pela internet é tão rápido e prático, é preciso criar um diferencial para fazer o cliente ir até a sua loja. O grande trunfo das vendas físicas é permitir que os clientes testem e aprendam a usar o produto na hora. Para isso, é importante ter vendedores que gostem do que estão oferecendo e sejam prestativos, dispostos a sanar as dúvidas do consumidor. Depois, é necessário proporcionar uma experiência real com o produto.

CANAIS INTEGRADOS

Se não quiser perder público para o comércio eletrônico, ofereça ao cliente o que ele mais valoriza no mundo on-line: conveniência, comparação de preços e acesso à opinião de quem já comprou.

CASA ELETRÔNICA

Seja para descansar ou trabalhar, as pessoas ficam cada vez mais tempo em casa. Por isso, passaram a consumir mais sistemas e serviços que facilitam o funcionamento dos aparelhos domésticos, como automação de luz, comandos e sistemas sem fio para home theater e rede interna. Só que ninguém tem paciência para ficar horas configurando os eletrônicos — esse público valoriza os equipamentos que funcionam intuitivamente, do tipo “plugue e use”.

Screenshot_1 Leitor de Código de Barras a Laser Eclipse MK-5145 Preto Metrologic Honeywell
Por: R$ 299,00 à vista
ou 9x de R$ 33,22 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 284,05 à vista

Fonte: revistapegn.globo.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 22 de abril de 2014.

Comentários [0]

Muita gente que decide montar o próprio negócio prefere fazê-lo em casa, ao menos no começo, para diminuir os riscos da empreitada. Entre outras vantagens, trabalhar por conta própria em casa permite certo conforto e economia de tempo e de dinheiro. Mas você precisará ter muita disciplina para que isso não comprometa a sua produtividade. É fundamental delimitar o espaço físico entre a casa e o trabalho e tomar cuidado para que não haja interferência da família no dia-a-dia do negócio. Procure respeitar os horários. Nada de parar no meio do expediente para um cochilo ou para assistir TV. Você também não deve estar 24 horas por dia à disposição dos clientes. Lembre-se de que suas horas de descanso e de dedicação à família também devem ser sagradas tanto quanto possível.

 shutterstock_121878898

Até pouco tempo atrás, trabalhar em casa era algo restrito a atividades como costura, produção de comida congelada e artesanato. Com o tempo, a lista foi crescendo e hoje inclui também atividades descoladas, como promoção de eventos, aluguel de som e luz para festas, agência de turismo, escritório de design para sites, criação de jogos para celulares e produção de incensos, velas e aromas.

Perfumes terapêuticos

A aromaterapia pode ser uma oportunidade para novos negócios dentro do setor de bem-estar. O mercado ligado ao bem-estar segue em alta no país. Um número cada vez maior de pessoas busca alternativas para equilibrar o corpo e a mente e para reduzir o estresse do dia-a-dia. Muitas atividades exigem investimentos relativamente altos, como a montagem de um spa urbano ou de uma clínica de terapias orientais. Mas se você tem afinidades com o ramo e não dispõe de muito capital, pode iniciar um negócio de produção de incensos, velas, sabonetes, sachês e outros aromatizantes, em sua própria casa, sem fazer grandes investimentos.

É importante também tomar alguns cuidados com a segurança. Como a parafina e a glicerina, duas matérias-primas muito utilizadas na área, são inflamáveis, procure instalar o negócio num cômodo livre, bem ventilado e que não seja frequentado por crianças, nem por animais de estimação. Mesmo assim, convém manter um extintor de incêndio sempre por perto. É fundamental também conhecer bem as diferentes substâncias utilizadas na produção e seus efeitos. Algumas podem causar alergia em pessoas que têm problemas respiratórios.

Designer virtual

A expansão da internet como ferramenta de trabalho nos mais diversos ramos de atividade acabou por abrir boas oportunidades para os webdesigners, aqueles profissionais que criam páginas personalizadas na rede. É um negócio promissor para quem gosta de informática e quer trabalhar em casa, já que a atividade exige apenas um bom computador conectado à internet. É claro, porém, que quem pretende atuar no ramo deve ter noções de programação de computador e também uma “veia artística”. A criatividade é fundamental para se dar bem na área.

Como as empresas encaram a internet como uma ferramenta fundamental para o crescimento de seus negócios, elas querem ter um portal bem produzido, que funcione como um mecanismo eficaz para interagir com a clientela. O preço da produção de um site no formato mais simples, com identificação do negócio, exibição dos produtos, serviços e canal para contato, varia. Quanto mais incrementado for o trabalho, obviamente, mais alto será o preço do serviço. O custo e o tempo de produção dependem do nível de complexidade dos itens que serão incluídos no site, como fotos, ilustrações e animação.

Festeiro profissional

Uma festa cuja proposta é fazer os convidados ferverem na pista de dança requer som e iluminação potentes. Como nem sempre os anfitriões dispõem dos equipamentos, a locação é a alternativa mais conveniente. Para você, que entende ou gosta de eletrônica, eis aí uma boa opção de negócio para começar em casa. Recomendamos que você compre primeiro equipamentos para espaços menores, como salões de festa de edifícios.

Organizador de viagens

Você pode montar sua própria agência de viagens, cujo papel basicamente é vender passagens avulsas para pessoas físicas ou jurídicas e revender pacotes turísticos de operadoras de turismo. O negócio não requer grandes investimentos. Basta uma sala com mesa, computador e telefone. A concorrência no ramo é grande. É preciso seriedade e dedicação para alcançar o sucesso.

O setor também oferece oportunidades para agências especializadas em viagens ecológicas, de negócios e para os praticantes de esportes de aventura. Todos esses nichos registram demanda crescente nos últimos anos. Mas a especialização exige cuidados redobrados na formação dos funcionários, na escolha dos roteiros e constante atualização sobre as novidades do mercado.

Promotor de eventos

Da produção dos convites à contratação dos manobristas do estacionamento, dos garçons ao bufê. E mais: atrações musicais, brindes, cenografia, performances teatrais e tudo o que o cliente desejar. Uma agência de organização de eventos eficiente deve estar sempre preparada para oferecer toda a estrutura que a atividade exige. E, para começar, você não precisa mais do que um telefone, um computador e uma boa rede de fornecedores. Você pode atender pessoas físicas ou organizar eventos corporativos, que são, em geral, mais lucrativos. A concorrência em ambos os casos é grande. Mas, como em todas as atividades, sempre há espaço para quem faz o serviço com eficiência.

Mas você precisa ficar atento à qualidade da mão-de-obra e à agilidade de execução dos serviços. Um evento que começa atrasado com certeza pode colocar todo o trabalho a perder.

Entretenimento de bolso

Há dez anos, os telefones celulares serviam somente para fazer e receber ligações e eram bem maiores e mais pesados do que hoje. Felizmente, a tecnologia evoluiu e agora basta um aparelho minúsculo para receber e enviar mensagens de texto, tirar fotos, ouvir música, brincar com jogos eletrônicos e navegar na internet em alta velocidade. Na esteira da revolução tecnológica que acontece no mundo dos celulares, surgiu uma nova atividade, que promete bons lucros para quem está no ramo: o desenvolvimento de jogos eletrônicos, com gráficos, imagens e som de alta qualidade.

Screenshot_3 Balança Eletrônica 15Kg com Impressora Integrada Prix 4 Uno Com RS 485 Toledo
Por: R$ 2.499,00 à vista
ou 10x de R$ 249,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.374,05 à vista

Fonte: revistapegn.globo.com.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 17 de abril de 2014.

Comentários [0]

Para montar uma distribuidora de bebidas, o primeiro passo é pesquisar o mercado local e a viabilidade do negócio. É necessário pesquisar qual a melhor localidade, a concorrência, possíveis compradores e etc.

 shutterstock_185173808

Segmentação de Mercado de uma distribuidora de bebidas

Para segmentar o seu mercado consumidor pesquise a faixa etária, faixa salarial, gostos e preferências de consumidores locais. Isso é essencial para organizar sua estratégia de vendas e atender melhor os seus clientes.

Localização da distribuidora de bebidas

A distribuidora de bebidas pode vender para comerciantes e consumidores, mas para atender a essa clientela é necessário se posicionar estrategicamente em um local onde os mesmos possam visualizá-la. Antes de escolher uma localização para a distribuidora de bebidas, pesquise sobre o poder aquisitivo, índice de criminalidade, concorrência local e o que ele oferece.

Concorrência da distribuidora de bebidas

A concorrência local da distribuidora de bebidas pode até estar próxima e não atrapalhar as vendas. Tudo dependerá da disponibilidade dos consumidores em procurar melhores preços e variedade de produtos.

Estratégia de Vendas da distribuidora de bebidas

Os produtos vendidos em uma distribuidora de bebidas podem ser de variadas marcas ou de uma mesma marca com vários produtos.

Estratégia de Marketing da distribuidora de bebidas

Para a distribuidora de bebidas existem algumas estratégias de marketing que ajudam o empresário a vender os produtos com mais rapidez, podendo abastecer novamente as gôndolas e obtendo liquidez, ou seja, vendendo e recebendo mais rapidamente e assim podendo também investir. Outros recursos usados para vender mais e melhor são: separar os produtos por tipo, organizar o layout de forma que as promoções estejam visíveis e ao mesmo tempo sinalizar produtos mais caros, etc.

Investimentos da distribuidora de bebidas

Estrutura – A estrutura da distribuidora de bebidas deve contar com um espaço que tenha balcão de atendimento, com alguns produtos de impulso como salgados empacotados, água mineral, cigarros, isqueiro, freezer de sorvetes e outros.

Informatização – É imprescindível a informatização da distribuidora de bebidas, tanto no escritório com softwares próprios para Controle de Estoques, de Contas a Pagar e a receber, como também para contabilização.

Equipamentos – A distribuidora de bebidas também contará com equipamentos como: freezer, móveis em geral, engradados, carrinho para transporte de carga, veículo utilitário e outros.

Investimento Inicial da distribuidora de bebidas

O investimento inicial da distribuidora de bebidas dependerá da estrutura, do valor do imóvel e até de aspectos econômicos como o local onde se situará, devido ao preço do imóvel. Quanto ao imóvel, os gastos também dependerão da necessidade de adequação do espaço. Investimentos também serão feitos com equipamentos, móveis e aspectos legais como despesas com formalização e com contador.

Fornecedores da distribuidora de bebidas

Para uma distribuidora de bebidas, a parceria com fornecedores é essencial, pois os distribuidores constituem o canal de vendas principal para os fabricantes e todo o apoio para as vendas é concedido pelos mesmos.

Clientes da distribuidora de bebidas

Fidelize seus clientes e conte com mais de um canal de vendas, vendendo para comerciantes, restaurantes, bares, lanchonetes e pessoas físicas. Para fidelizar clientes e estabelecer parcerias, tenha sempre um estoque diversificado e que atenda aos clientes, mesmo que seja por encomenda, não perca a venda.

Negocie sempre prazos, condições, descontos e quantidade

As empresas de eventos, que organizam festas de casamentos, formaturas, aniversários e outros eventos contam com distribuidores próprios de bebidas onde estabelecem a quantidade a ser fornecida, a data de entrega, o valor do pagamento e outros. Portanto, essas empresas têm constituído um mercado bem promissor para as distribuidoras de bebidas. As distribuidoras de bebidas também podem lucrar com locação de mesas e cadeiras, e até freezers, para eventos. Esse mercado também é promissor e responsável por metade da lucratividade das distribuidoras.

Divulgação da distribuidora de bebidas

A distribuidora de bebidas poderá divulgar seus produtos distribuindo folhetos, folders e em canais de comunicação como o rádio. E de forma comercial com visitas de representantes comerciais à bares, lanchonetes, restaurantes, lanchonetes, empresas de eventos e etc.

Logística da distribuidora de bebidas

A distribuidora de bebidas deve planejar qual o melhor sistema de entrega: se com caminhão próprio ou com frota terceirizada. Tudo dependerá da gestão de custos. O sistema de logística também dependerá da eficiência das entregas, prazos, condições de pagamento e custos se o sistema for terceirizado.

Mão de obra da distribuidora de bebidas

A mão de obra para uma distribuidora de bebidas contará com atendentes, vendedores, entregadores, pessoas para trabalhar no galpão, pessoal da limpeza e Representante Comercial para visitas em bares, restaurantes e lanchonete.

Screenshot_2 Expositor Refrigerado Vertical VB40W Metalfrio
Por: R$ 2.799,00 à vista
ou 10x de R$ 279,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.659,05 à vista

Fonte: novonegocio.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 15 de abril de 2014.

Comentários [0]

O chocolate gourmet conquistou o paladar brasileiro e seu lugar cativo nas compras para o feriado. Ganache de cerveja, textura de manteiga de cacau, pinturas artísticas e muito mais: a aposta está na criatividade. Todo ano, quando chega a Páscoa, a nossa vontade é de atacar os ovos imediatamente! Com tantas variedades, formatos, cores e sabores, é difícil esperar até o feriado para experimentar cada um. Em 2013, a produção artesanal dos ovos de Páscoa tomou conta do mercado, com as maravilhosas versões de colher. Neste ano, não poderia ser diferente: eles estão à toda e cheios de novidades saborosas.

 ovo-de-pascoa-crocante

Exóticos

Na linha dos chocolates gourmet se tem tanto as versões de colher quanto as com sabores refinados e inusitados, como ganaches de cerveja e o de mel e lavanda com avelã e nozes, ambos da Galette Chocolates.  A Kopenhagen lançou a linha Déssert, uma releitura de sobremesas tradicionais, com os sabores de tiramisu e crème brûlée.

De artista

Outra forma de deixar os ovos ainda mais especiais é brincar com texturas e formas criativas de decoração, como os da linha Artsy da Chocolat Du Jour e as criações com manteiga de cacau do Chef Caio Corrêa. A época é tão querida, já que podemos nos afundar no chocolate sem pensar duas vezes, que as opções recheadas são de dar água na boca. Seja trufado, com ganache, marshmallow, sorvete ou qualquer outro sabor, elas são as preferidas dos brasileiros. Se quiser unir a elegância do gourmet com o desejo pelos recheios suculentos, experimente ovos recheados da Sucrier, de limão siciliano, brownie ou peanut butter.

Para todos

Além disso, novas delícias estão tomando cada vez mais as prateleiras para quem precisa se controlar (um pouquinho) mais. Com sementes de chia, opção de meio amargo, branco ou ao leite, preocupados em não conter glúten, lactose ou açúcar, os ovos deste ano vieram para democratizar a paixão por chocolate, mas sem perder o sabor característico. A Genevy Chocolates traz ótimas seleções que vão desde a novidade Zeromilk, ovo ao leite sem lactose, até o Chocofitness com chia, sem glúten nem lactose. Já os ovos diet são encontrados em lojas como Ofner, Amor aos Pedaços e na Cacau Show.

Clássico

E se você for do time do ovo de colher, o mercado também tem boas novas para agradar ao seu paladar: o ovo Coqueluche Brasileira, da Amor aos Pedaços, tem um delicioso recheio de bicho de pé, enquanto a Maria Brigadeiro segue com seu tradicional ovo recheado de brigadeiro gourmet.

Com tanto chocolate gostoso, fica difícil escolher um só. Aproveite para conferir nossa galeria de ovos de Páscoa, clicando na imagem, e pedir para o seu coelhinho alguns modelos!

Fonte: mdemulher.abril.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 11 de abril de 2014.

Comentários [0]

Montar uma casa de sucos tornou-se uma grande opção em negócios, é um empreendimento simples e poderá ser incrementada com diversas outras opções como: serviços de lanches, salgados, pizzas em pedaços, sorvetes, açaí, serviços de internet e local como ponto de encontro de amigos.

 shutterstock_134399261

A montagem dependerá do estilo que esse empreendimento queira seguir, do simples ao mais sofisticado. Necessitarão de um plano de negócios, lista de equipamentos e um projeto para que o empreendimento tenha uma fachada atraente, aconchegante e acolhedora.

A escolha da localização deve ser muito observada, porque esse tipo de negócio deverá ser em locais que tenham um bom fluxo de pessoas. Perto de comércios em geral, escritórios, consultórios médicos e centros clínicos, academias de ginástica, parques, hospitais, clubes, escolas, terminais de linhas urbanas. Tudo isso facilita o público para que o empreendimento tenha retorno financeiro.

A higienização do local é essencial e os funcionários deverão passar por treinamento para o atendimento ao público e manipulação adequada dos alimentos para não haver contaminações. Deverá ser instalada em local amplo, onde acomodará todos os equipamentos e mobilias dando espaço para o fluxo de pessoas. As instalações de água, esgoto, energia elétrica, tubulações, bancadas, piso e paredes deverão estar de acordo com as normas de Vigilância Sanitária para o funcionamento e expedição de alvará de funcionamento.

A contratação de um contador facilitará para a conclusão de documentação necessária para o funcionamento do estabelecimento. Ele dará ao empreendedor todo o auxílio quanto a tributos, elaboração de guias de pagamento, registro de empregados e atribuições.

Seria bom que o local pudesse abrigar uma área destinada ao estacionamento de clientes e fornecedores. Isso não é fator determinante para o negócio, somente poderá agregar valor de acordo com as possibilidades. O local também deverá seguir as normas dos bombeiros para a liberação e funcionamento.

Deverá dispor de máquinas centrífugas, máquinas mexedoras de suco, espremedores de fruta e liquidificadores. A composição do local, deverá dispor de balcão expositor com frutas frescas, balcão para atendimento, caixa, freezers, geladeiras, banquetas, mesas com cadeiras e outros tantos componentes que poderão estar dispostos na lista de equipamentos e mobiliário.

Uma casa de sucos poderá trabalhar com polpas de frutas congeladas e frutas frescas. Às vezes a mistura das duas coisas resulta em sucos deliciosos e com boa apreciação. Entre as frutas mais apreciadas podemos citar: abacaxi, laranja, mexerica, manga, maçã, banana, limão, morango, maracujá e melancia. A combinação de legumes como cenoura, beterraba, tomate e couve também formam sucos energéticos muito saborosos e vitaminados.

O numero de funcionários deverá atender ao tamanho do empreendimento, eles devem estar uniformizados, utilizando de luvas, toucas para proteção dos cabelos e luvas para a manipulação das frutas.

É importante que o empreendedor saiba que um empreendimento como este terá muito mais movimento e venda do produto no verão, onde as pessoas costumam procurar mais. Essa procura por sucos naturais tem aumentado muito devido a conscientização e informação das pessoas pelo fato de que os refrigerantes e produtos industrializados estão sendo os principais causadores de obesidade e maus hábitos alimentares.

Em se tratando de ambiente fornecedor de alimentos, este empreendimento deverá ser fiscalizado com frequência pelos órgãos competentes. Caberá ao empreendedor estabelecer regras que envolvam o fator higiene, assepsia das mãos, banheiros limpos e adequados com reposição de sabonete, papel para enxugar as mãos ou secador automático entre limpeza adequada de todo o estabelecimento.

A área de preparação de sucos deverá ser limpa e higienizada constantemente e não poderá ter passagem de pessoas, somente o funcionário que estiver no preparo dos sucos.

Screenshot_4 Liquidificador Industrial 8 Litros C/IN LS-08MB-N Inox Skymsen
Por: R$ 889,00 à vista
ou 10x de R$ 88,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 844,55 à vista

Fonte: comoiniciar.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 10 de abril de 2014.

Comentários [0]

O Açaí, conhecido por suas propriedades energéticas, se popularizou no Brasil por volta dos anos 90 e logo ganhou espaço entre os jovens e praticantes de esportes em geral, sendo um negócio lucrativo montar um carrinho de açaí.

 shutterstock_142200370

Mercado

O mercado é concorrido, pois existem muitas lanchonetes que servem açaí. Ainda é uma boa pedida montar um carrinho de açaí, pois o açaí é um produto bastante procurado por atletas, já que é um dos únicos produtos que formam músculos e não gordura e ainda tem alta concentração de carboidratos que são essenciais para o condicionamento físico e regeneração muscular.

Produtos Oferecidos

A forma mais tradicional de vender o açaí é em forma de creme batido e acompanhado de frutas como banana, morango e cereais, como a aveia e a granola. O açaí também pode ser oferecido como sorvete expresso ou frozen e ainda como opção diet com o açaí sem açúcar; são várias as opções de açaí, é só usar a criatividade para oferecer uma diversidade de produtos.

Modelo de Negócios

O açaí pode resultar em um negócio como carrinhos, quiosques e até lojas, basta que o empresário planeje e escolha um negócio que caiba no seu orçamento atual. Os carrinhos de açaí costumam dar ótimos lucros e os produtos podem ser oferecidos em diversos locais com movimento intenso de pessoas. Além disso, a vantagem é que para trabalhar com o carrinho de açaí o empreendedor pode ser autônomo e obter todas as vantagens em ser um empresário. Para escolher um bom carrinho de açaí é necessário que a estrutura seja leve, fácil de locomover, deve ser compacto e térmico mantendo o açaí conservado e à temperatura adequada para consumo.

Um carrinho de açaí para ser funcional deve conter compartimento para copos, gavetas para dinheiro, compartimento para estoque de açaí e complementos que complementam o produto como aveia, granolas, frutas e caldas. E ainda guarda-sol para melhor utilização do carrinho no verão. Recomenda-se também o uso de placas térmicas com água congelada e gelo para melhor climatização do produto.

Para trabalhar com carrinho de açaí é necessário cuidados com higiene e saúde, principalmente em vista das dificuldades em seguir as normas de saúde quando se trabalha com carrinhos. Por isso, utilize sempre o jaleco da cor branca, utilize toucas evitando que caia fios de cabelo, use também luvas descartáveis e mantenha o carrinho limpo. Com certeza, a higiene do carrinho será um diferencial que atrairá mais e mais clientes.

Além do carrinho o negócio poderá precisar de um freezer horizontal para acondicionar o estoque em casa mesmo ou no local em que o empresário esteja trabalhando. O freezer é revendido muitas vezes pela própria distribuidora de carrinhos de açaí.

Embalagens e adicionais em Açaí

O copo poderá ter 200ml, 300, 400 ou 500ml. O ideal é que se tenha de 3 a 5 tipos de copos e como adicionais o carrinho poderá ter leite condensado, sucrilhos, frutas, cereais e outros itens. As tendências de mercado para venda de açaí são o frozen feito de açaí, o iogurte e o sorvete.

Quiosques

Os quiosques também representam uma opção rentável de venda de açaí nos shoppings centers, onde o movimento é alto e existe uma aceitação tanto pelo produto açaí quanto pelo compra em quiosques. Para montar um quiosque de açaí bem atrativo é necessário encontrar firmas especializadas em montagem de quiosques. Antes de montar um quiosque é necessário um primeiro contato com o shopping para pesquisa de locais disponíveis e depois o desenvolvimento do projeto para aprovação do shopping.

Localização

O carrinho de açaí deverá ser localizado onde há movimento de pessoas de todas as idades, classes sociais e gênero, sendo que o consumo maior de açaí é entre jovens e atletas. Prefira locais de grande movimento como centros da cidade, praias, parques, shoppings, faculdades e academias.

Ficou interessado(a) em montar um carrinho de açaí? Venha pra Catral!

Screenshot_3 Freezer Horizontal Dupla Ação 2 Portas 546L DA550B Metalfrio
Por: R$ 2.399,00 à vista
ou 10x de R$ 239,00 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.279,05 à vista

Fonte: novonegocio.com.br.

Confira outros produtos no nosso site: www.catral.com.br.
Zé Catral

Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 9 de abril de 2014.

Página 1 de 212
Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail