Comentários [0]

Se na Alemanha é normal consumir cerveja praticamente quente, sabemos que este hábito não se aplica nem um pouco aos brasileiros. Aqui, a cerveja é gelada. Imagine, em dias de calor, tropicais e ensolarados, servir aos amigos uma cervejinha quente, enquanto o churrasco assa na brasa? Não dá! Mas imprevistos acontecem e a cerveja pode não estar gelada. O que fazer nesses casos?

 shutterstock_100079609

Em três minutos: Se você tem urgência para gelar a cerveja da festa, arrume um recipiente, espalhe sal nas latas de cerveja e deixe-as no gelo. Banhe também as latinhas com álcool. Em três minutos, elas estarão prontas, já que o sal reduz a temperatura do gelo e o impede de derreter mais rápido, enquanto o álcool retira o calor das latas.

Camadas de gelo e sal: Outra alternativa é intercalar a cerveja quente no isopor entre sal e gelo, como se fosse montar uma lasanha, mas com latas.

Banho de gelo: Mergulhe as latas em um recipiente com água e gelo. Mas preste atenção! Desta forma, é impossível deixar a bebida mais gelada que zero graus Celsius. O processo deve ser repetido em latinha por latinha.

Opte pelas latas: As latas de alumínio têm capacidade de gelar com maior rapidez em relação às garrafas de vidro, já que o alumínio é melhor condutor térmico. Apesar do resultado, cuidado! As latinhas de alumínio também esquentam logo.

Congele o copo: Uma das técnicas mais fáceis, até para fazer em casa, é deixar alguns copos no freezer, antes de beber a cerveja. Ao beber, você terá a sensação de que a bebida está mais gelada que o usual. Fica bem mais refrescante.

Use canecas com asa: Outra dica para evitar que a cerveja esquente é utilizar uma caneca com asa de apoio. O contato entre a mão e o copo pode ajudar a esquentar a bebida. Com a haste, a sua cervejinha ficará gelada por mais tempo.

Suporte de isopor para latas: Este já deve ser seu conhecido. Mas, se ainda não tem um, ainda dá tempo de aproveitar o calor com uma cervejinha gelada. O suporte de isopor para latinhas é ideal para quem vai beber cerveja em ambiente externo com altas temperaturas, como praias.

Bolsa térmica: Ideal para a praia, a bolsa térmica é flexível e simples de usar. Dependendo do material de que é feita, a bolsa mantém a cerveja resfriada por até quatro horas. Depois de usá-la, limpe, dobre e guarde.

Coolers: Se você não quer arriscar o sucesso do seu churrasco, uma ótima dica é adquirir um cooler. Fabricados com isopor ou poliuretano expandido e revestidos por lâminas de plástico, esse recipiente pode segurar a temperatura da cerveja por até seis horas. Além disso, há coolers que já valem a pena pelo visual moderno.

Com essas dicas e os produtos da Catral, suas bebidas estarão sempre geladas independentemente de onde você esteja.

Screenshot_4 Balde de Gelo com Pinça 1,5Lts Brinox
Por: R$ 104,08 à vista
ou 3x de R$ 34,69 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 98,88 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: culinaria.terra.com.br.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 31 de julho de 2013.

Comentários [0]

Está abrindo uma lanchonete e procura produtos para equipar o seu negócio?  A Catral tem a refresqueira ideal para você:

 shutterstock_136995482

Com capacidade para 30 litros (2 depósitos de 15 litros cada) as refresqueiras BBS2 podem ser usadas para sucos, água de coco, suco de milho, chás, bebidas lácteas e achocolatados, sendo ideais para lanchonetes, escolas, bares e restaurantes.

A segurança e qualidade da refresqueira IBBL são garantidas pelo Inmetro. O gás usado na refresqueira é o R134a: inofensivo à camada de ozônio.

O depósito da refresqueira é em policarbonato cristal injetado: higiênico e resistente a impactos e seu sistema de agitação com pá é próprio para bebidas de maior ou menor densidade.

O evaporador da refresqueira BBS2 é em aço inox 304 com torneiras em policarbonato injetado, totalmente desmontáveis e de fácil  higienização.

O termostato de temperatura da refresqueira é regulável, com baixo consumo de energia pelo sistema de refrigeração balanceado.

O gabinete da refresqueira IBBL é em aço inox 430 escovado com pingadeira removível que facilita o manuseio e a higienização.

Seu peso é de 23 Kg, com dimensões de 377x468x657 mm (LxPxA). A voltagem é de 110 ou 220 V com amperagem de 110V/2,7A e 220V/1,6A e potência de 110V/240W w 220V/278W.

Sem contar que a garantia é de 12 meses!

As informações e imagens contidas nesta descrição podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Screenshot_3 Máquina de Fabricar Gelo em Cubo Inox 15kg/Dia 220V Ice Machine 2 Philco
Por: R$ 1.890,00 à vista
ou 10x de R$ 189,00 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.795,50 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: Catral.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 30 de julho de 2013.

Comentários [0]

O Brasileiro é conhecido por sua festividade, onde vai é motivo para comemorar com a família e amigos reunidos ao lado de uma churrasqueira, que está sempre pronta para receber à todos e saborear aquela apetitosa picanha temperada com muito amor. Com as inovações tecnológicas fica ainda mais delicioso curtir estes momentos, pois com a churrasqueira elétrica é só ligar na tomada que está armada a festa. Mas e depois que acaba o que fazer com aquela churrasqueira toda suja? Bom, se a churrasqueira for elétrica já é uma vantagem, pois não utiliza carvão, e produz menos fumaça, e, para grelhar necessita apenas de água e energia elétrica, o que já facilita no momento da limpeza.

 shutterstock_21347209

Para não entrar em pânico quando o companheiro avisar que convidou a turma para um churrasco é só acompanhar as dicas de higienização da churrasqueira elétrica que até você vai querer reunir os amigos.

– Com a churrasqueira elétrica ainda aquecida retire com uma espátula os restos de carne que costumam ficar na grelha e deixe esfriando;

– Após o esfriamento da grelha, remova a parte inferior da churrasqueira onde fica concentrada toda a gordura e lave com detergente neutro;

– Mergulhe a grelha por 2 horas em água, detergente neutro e uma colher (sopa) de vinagre para soltar os restos de carne presa;

– Passadas as 2 horas lave com esponja e detergente e enxágue com água abundante. Depois é só deixar secando que estará prontinha para o próximo evento.

E se você já sabe como proceder, mas ainda não tem uma churrasqueira elétrica, aproveite o momento e adquira uma na Catral:

Screenshot_1 Churrasqueira Elétrica Tasty GRL-800 Cadence
Por: R$ 99,90 à vista
ou 3x de R$ 33,30 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 94,91 à vista
Screenshot_2 Churrasqueira Elétrica Grill 4513 Fischer
Por: R$ 129,00 à vista
ou 4x de R$ 32,25 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 122,55 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: pontoxp.com.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 29 de julho de 2013.

Comentários [0]

Quer uma receita rápida, prática e gostosa para o fim de semana? A dica da Catral de hoje é um omelete de microondas.

 omelete-500x331

Ingredientes

4 ovos inteiros

1/4 xícara (chá) de leite

1 colher (sobremesa) de fermento em pó

1 colher (sopa) de amido de milho

Queijo ralado à gosto ou o recheio de sua preferência

1 colher (sopa) de azeite

Cebola a gosto

Salsinha a gosto

1 colher (sobremesa) de sal

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no refratário com o garfo, para misturar bem.

Coloque no micro-ondas por 10 minutos em potência alta ou até assar.

Sirva em seguida.

E a Catral te dá uma mãozinha para que esse momento na cozinha seja ainda mais fácil:

Screenshot_5 Microondas 20 Litros Branco BMS26 Brastemp
Por: R$ 349,00 à vista
ou 10x de R$ 34,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 331,55 à vista

Screenshot_6 Microondas I-KItchen 42Lts Inox MTX52 Electrolux
Por: R$ 1.199,00 à vista
ou 10x de R$ 119,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 1.139,05 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: comidaereceitas.com.br.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 26 de julho de 2013.

Comentários [0]

Se você não mede, você não conhece. Se você não conhece, você não controla. Se você não controla, você não melhora.

shutterstock_126130064

A lógica de melhoria dos processos está encerrada nas três frases acima. Se o varejista quer melhorar a gestão de compras, que na verdade é o coração do varejo, é preciso dedicar atenção especial para medir.

 

A melhor forma de fazer o controle é desagregando as categorias de compra, dividindo-as em categorias e subcategorias. Essa classificação também vale para as vendas e os estoques. Por exemplo, se uma subcategoria participa com 1% nas vendas, então o ideal é que ela participasse também com cerca de 1% nas compras e nos estoques. O objetivo é deixar o movimento do fluxo de caixa da empresa num ritmo equilibrado, minimizando os excessos e as faltas.

 

A gestão de compras é um desafio, porque o pequeno varejista, em geral, é menos treinado, menos exercitado nesse cuidado detalhado das suas atividades. Para sistematizar de forma eficiente é necessário medir diferentes indicadores, como vendas por departamento, margens, compras, estoques e giro, em dias, do estoque. A automação comercial e o sistema de gestão são grandes aliados para que a empresa consiga fazer o gerenciamento adequado e com maior rapidez.

 

Ao fazer as compras, o varejista fica de olho no preço de comercialização, já antecipando a aceitação e saída do produto na loja. O ingrediente preço é fundamental na decisão, mas não pode servir de empecilho para falta de inovação. Entrar na briga pelos preços é gastar energia, pois dificilmente ele terá vantagem competitiva em relação aos varejistas de grande porte. Nesse caso, há outros aspectos que podem ser ressaltados, como a proximidade com o cliente e também com o fornecedor. Afinal, um dos maiores talentos do comerciante de pequeno e médio portes é buscar fontes de fornecimento que ofereçam o melhor custo-benefício.

 

O associativismo e a compra conjunta são ferramentas importantes para aumentar o poder de barganha. Maior diversidade de produtos, prazos e preços melhores, redução de custos operacionais e parceria com empresas do segmento são resultados alcançados com a centralização das compras.

 

Mas outro grande segredo do pequeno comerciante do varejo é investir nos ótimos produtos da Catral:

 

Screenshot_4 Impressora Fiscal Térmica MP4000THFI Preta Bematech
Por: R$ 2.349,00 à vista
ou 10x de R$ 234,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 2.231,55 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.

Zé Catral

Fonte: Sebrae Nacional.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 25 de julho de 2013.

Comentários [0]

As micro e pequenas empresas, no Brasil, geram mais da metade dos empregos com carteira assinada e, se acrescentarmos a participação dos empreendedores e seus familiares, teremos cerca de dois terços do total das ocupações no setor privado brasileiro. Apesar de sua enorme importância, muitas empresas de pequeno porte fecham as portas nos primeiros cinco anos.

 shutterstock_132978605

Muitas empresas começam com um foco definido e depois de alguns meses passam a atuar em áreas que não têm absolutamente nada a ver com o negócio original. Isso acaba dividindo a atenção e prejudicando a melhoria do principal serviço ou produto da empresa.

Veja abaixo alguns erros comuns que se conhecidos e evitados pelo empreendedor podem diminuir as chances da empresa fechar.

Falta de planejamento: A falha mais comum é o excesso de improviso gerado pela falta de um planejamento básico. Muitos empreendedores confiam demais em sua intuição e atuam na base da tentativa e erro olhando apenas o curto prazo.

Privilegiar parentes: Empregar parentes é absolutamente normal e, muitas vezes, necessário por uma questão de confiança e diminuição de custos. O problema começa quando não há controle de horários ou cobrança por resultados. Isso causa perda de autoridade e dá mau exemplo para os demais funcionários.

Misturar finanças: Misturar as finanças particulares com as despesas do dia-a-dia da empresa costuma causar um total descontrole de gastos. É fundamental ter contas bancárias separadas, definir uma retirada mensal fixa e ter disciplina para não usar o caixa da empresa para fins pessoais.

Não ter experiência: Os empreendedores de primeira viagem deveriam estudar muito bem os mercados que pretendem atuar antes de abrir qualquer negócio. É comum empresários falidos dizerem que jamais entrariam no ramo se soubessem como funcionava ou que teriam agido de maneira diferente se analisassem melhor o negócio.

Mau atendimento: Pequenas empresas deveriam dar enorme importância à satisfação de seus clientes e isso muitas vezes não acontece com a desculpa de que um serviço de primeira custa caro. Na verdade, o maior custo vem do mau atendimento que acaba afastando os consumidores e prejudicando o desenvolvimento de qualquer negócio.

Se você não quer correr o risco de cometer esses erros, siga o exemplo da Catral!

Screenshot_1 Computador RC-8100 Atom D2500 2GB Linux Ubuntu
Por: R$ 969,00 à vista
ou 10x de R$ 96,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 920,55 à vista
Screenshot_2 Gaveta de Dinheiro Preta Bematech
Por: R$ 199,00 à vista
ou 6x de R$ 33,17 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 189,05 à vista
Screenshot_3 Leitor de Código de Barras CCD BR310 Preto Bematech
Por: R$ 89,00 à vista
ou 2x de R$ 44,50 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 84,55 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: exame.abril.com.br.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 24 de julho de 2013.

Comentários [0]

Quer uma maneira rápida e prática de fazer gelo? A Catral tem a solução para você, a máquina de fabricar gelo em cubo Ice Machine.

shutterstock_70901905

Ela é compacta, tem sistema de refrigeração com compressor e faz aproximadamente 12 pedras de gelo a cada 10 minutos.

Sua capacidade é de 10 a 15kg de gelo por dia, com controle digital e painel Touch Screen.

O relógio e timer permite programar o aparelho para iniciar ou interromper o processo automaticamente. O sensor indicador de cesto de gelo cheio interrompe o processo e sinaliza automaticamente quando o cesto de gelo está cheio e o sensor indicador de falta de água interrompe o processo e sinaliza automaticamente quando o reservatório de água está vazio.

Além de todas essas vantagens, ainda acompanha copo dosador e pá coletora de gelo.

A voltagem é de 110V ou 220V (não é bivolt), a altura é de 300mm, a profundidade é de 345mm, a largura é de 300mm, o peso do produto é de 10,06kg e vem com garantia de 1 ano.

Seja para fazer os drinks em sua casa ou alavancar o seu comércio, a máquina de fabricar gelo em cubo Ice Machine é a melhor opção.

As informações e imagens contidas nesta descrição podem sofrer alterações sem aviso prévio.

Screenshot_1 Máquina de Fabricar Gelo em Cubo Inox 15kg/Dia 220V Ice Machine 2 Philco
Por: R$ 1.029,00 à vista
ou 10x de R$ 102,90 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 977,55 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: Catral.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 23 de julho de 2013.

Comentários [0]

Se você vai aproveitar a última semana de férias para acampar, confira as dicas sobre barracas que selecionamos para você:

 shutterstock_109039667

Seja para alta montanha ou para um camping na praia, as barracas estão sempre presentes nos abrigando das tempestades ou do sol escaldante. Nos dias de chuva contínua uma boa barraca é a garantia de equipamentos secos e noites bem dormidas.

Vários são os modelos de barracas que encontramos no mercado, cada qual com seus pontos fortes e fracos, cabe a cada um escolher aquele que melhor lhe atenda. Existe a barraca Canadense em formato triangular, com pouco espaço interno se comparada com os outros modelos além de ser muito pesada devido a sua armação que geralmente é feita de aço. Foi muito utilizada antigamente, mas atualmente está sendo substituída pela barraca Iglu que é constituída basicamente por duas varetas que se cruzam e que mantém a barraca armada, também têm boa resistência ao vento e não é tão pesada quanto às barracas canadenses.

A barraca Tubular tem formato de túnel, bastante resistente ao vento e leve devido à sua estrutura composta apenas de varetas curvadas. Possui bom espaço interno. Diferentes das barracas Iglu, as tubulares tem que ser especadas para que fiquem armadas.

A barraca Geodésica é semelhante à Iglu, mas com a disposição das varetas diferente para melhorar a resistência aos fortes ventos de montanha, normalmente são compostas de três varetas ou mais de alumínio 7075.

Condensação:

Este fenômeno acontece em quase todos os tipos de barracas, da mesma forma que acontece no banheiro quando tomamos banho quente e o vapor se condensa ao encontrar o azulejo frio acontece com a nossa respiração e com a transpiração do corpo que aquecem o ar no interior da barraca e o mesmo ao encontrar a superfície gelada do nylon se condensa. O problema da condensação é onde ela ocorre, nas barracas com sobre teto total a condensação ocorre no sobre teto escorrendo para o chão e não para o interior da barraca, diferente das barracas sem sobre teto onde a condensação acontece no nylon interno e escorre diretamente para o piso da barraca molhando os equipamentos e roupas que ali estiverem. A ventilação também é fator importante, pois quanto melhor for a troca de ar, menor será a possibilidade de ocorrer condensação.

Existem algumas características que variam dependendo do modelo de barraca e do fabricante:

Varetas: São a estrutura da barraca. Geralmente são conectadas internamente por um elástico que facilita na montagem e desmontagem. Normalmente são feitas de fibra de vidro oca ou de tubos de alumínio aeronáutico:

Fibra de Vidro: Mais barata que a de alumínio, porém mais pesada e frágil. É indicada para camping convencional onde as condições climáticas não são tão exigentes.

Alumínio: Feita de tubo de alumínio extrudado 7075 é mais leve e resistente que a fibra, ideal para situações de ventos fortes, neve e onde o peso faz diferença como em longas caminhadas ou escaladas de alta montanha.

Costuras Seladas: Garantem a impermeabilidade das costuras e protegem as linhas por mais tempo.

Nylon Rip-Stop: Trata-se de um tipo de nylon que se por ventura for perfurado impede que o rasgo aumente inutilizando a barraca, utilizado por poucos fabricantes de barracas nacionais.

Barracas sem Sobre Teto: As barracas são constituídas pelo corpo e pelo sobre teto, em algumas barracas o corpo é praticamente todo em nylon impermeável com uma pequena parte de tela na porta e no topo da barraca e o com um pequeno teto de nylon que cobre apenas a parte de tela do topo. Neste modelo a condensação é comum, pois a ventilação não é eficiente.

Barracas com Sobre Teto: Nas barracas que possuem o corpo de tela ou nylon respirável e sobre teto de nylon impermeável o problema da condensação é quase nulo, pois é criada uma camada de ar entre o sobre teto e o corpo, melhorando a circulação de ar e também possibilitando que a condensação ocorra no sobre teto e escorra para o chão e não para o piso da barraca. A distância que o sobre teto fica do chão faz diferença, quanto maior a distância maior é a ventilação, para climas frios é aconselhável que o sobre teto fique próximo ao chão mantendo assim o ar quente no interior da barraca.

Coluna d’água: Hoje em dia alguns fabricantes têm fornecido um valor para a impermeabilização do tecido, esse valor é resultado de um teste em coluna d’água e quanto mais alto mais forte é a impermeabilização, esse valor é especificado em milímetros, por exemplo: 1500mm. Valores entre 1000 e 1500 são suficientes para o clima brasileiro.

Tirantes: São pontos de reforço laterais que servem para dar mais estabilidade a barraca nos dias de ventania ou em temporais.

Tomadas de ar: Ajudam na ventilação da barraca e podem ser fechadas se necessário.

Avanço ou Avancê: Trata-se de uma área útil onde podemos deixar mochilas, botas, materiais de cozinha, etc. ou utilizarmos de cozinha em dias de chuva.

Cantos Reforçados: Os cantos são pontos de grande pressão nas barracas e alguns fabricantes procuram reforçar estas áreas.

Sobre teto Aluminizado: Alguns fabricantes costumam tratar o sobre teto com um pigmento aluminizado para melhorar o isolamento térmico, segundo testes esta pigmentação pode reduzir a temperatura interna em até 7ºC nos dias de sol forte.

Saia: Atualmente, as barracas voltadas para neve vêm acompanhadas com uma saia que pode ser enterrada na neve para impedir a ação dos fortes ventos e manter o ar quente no interior da barraca.

Como Transportar sua Barraca:

Geralmente as barracas vêm acompanhadas de uma sacolinha de transporte que é muito útil quando vamos acampar de carro ou quando não vamos nos locomover muito, mas quando surge a necessidade de acondicionarmos a barraca na mochila a sacolinha torna-se dispensável e a barraca pode ser dividida pela mochila. As varetas podem ir no lado de fora da mochila, na posição vertical enfiadas no bolso lateral inferior e presas nas fitas de compactação. O teto e o sobre teto podem ser colocados no fundo da mochila com os espeques.

Como Conservar sua Barraca:

· Nunca guarde sua barraca molhada ou úmida, isso pode causar mofo e inutilizar sua barraca.

· Procure não entrar com sapatos ou botas no interior barraca, evitando rasgos e sujeira.

· Procure sempre retirar pedras e galhos do terreno onde será armada a barraca; além do desconforto causado durante a noite podem perfurar o piso da barraca;

· Não utilize chamas dentro da barraca.

· Areia e sujeira podem causar sérios danos nos zíperes, mantenha-os sempre limpos, uma escova de dente é uma boa ajuda na hora da limpeza.

· Apesar de alguns fabricantes utilizarem um tipo de protetor solar nos tecidos a exposição prolongada da barraca ao sol e consequentemente aos raios UV altera a cor do tecido e degrada o tratamento impermeabilizante, esse efeito pode ser minimizado armando a barraca em lugares com sombra ou onde não bata sol o dia todo.

· Lave a barraca apenas com água e sabão neutro.

Dicas:

· Caso a barraca seja nova, monte-a em casa antes de ir para o campo evitando problemas inesperados.

· Antes de desmontar a barraca feche os zíperes, isso facilita bastante quando for dobra-la.

· Algumas pessoas têm o hábito de cavar canaletas em volta da barraca para drenagem da água de chuva, esta prática está obsoleta, pois degrada o local e traz sérias consequências para o terreno.

· Procure um terreno plano, terrenos inclinados causam desconforto durante a noite e podem ser passagem de água em caso de chuva, observe também se não há risco de alagamento.

· Monte a barraca no sentido do vento, isto ajuda a manter a estabilidade da mesma.

· Com o tempo a barraca pode perder um pouco da impermeabilização exigindo que o tecido seja tratado novamente, existem no mercado produtos para esta finalidade tais como NIKWAX, 3M, etc.

· Mantenha a barraca bem esticada evitando que o sobre teto encoste no corpo e molhe o interior.

E se vai acampar, não se esqueça de passar na Catral, e adquirir o Botijão Térmico Maxiterm Termolar:

   

Screenshot_1 Botijão Térmico 12 Litros Maxiterm Termolar
Por: R$ 129,00 à vista
ou 4x de R$ 32,25 iguais sem juros
Pagamento no Boleto: R$ 122,55 à vista

Confira outros produtos no nosso site: http://www.catral.com.br/.
Zé Catral

Fonte: clubetrekking.com.br.
Foto: Divulgação.

Ofertas válidas somente para a data da publicação. Data: 22 de julho de 2013.

Página 1 de 3123
Busca
Mais consultados
Conheça o nosso site
Vídeos
Curta nossa Fanpage
Siga-nos no Twitter
Ofertas exclusivas por e-mail